Amazonas Destaques Manaus

Wilson Lima turbina Rede Calderaro com R$ 9 milhões

Manaus – Apesar do serviço sucateado na saúde, o governo de Wilson Lima (PSC) pagou em dois anos à Rede Calderaro de Comunicação quase R$ 9 milhões em contratos para veicular propaganda e até transmissão de eventos, como o Festival Folclórico de Parintins e destile do Carnaval 2020. Os contratos do Governo com publicidade somam R$ 102 milhões com quatro empresas e em abril deste ano com a pandemia de Covid-19, o governador recebeu um acréscimo no orçamento de R$ 40 milhões.

Peladão a Bordo

O governo patrocinou o programa conhecido por mostrar o dia a dia de belas mulheres em um iate, onde elas participam de desafios, festas regadas à álcool, desfiles e concorrem ao título de rainha. O patrocínio do governo, através da AmazonasTur, de quase R$ 964 mil é para divulgação no ‘A Bordo do Reality – 2ª Fase’.

Eba lelê é carnaval

Só no carnaval do ano passado, o governo desembolsou R$ 1,3 milhão em contratos com a Rede Calderaro. Para veiculação de vídeos curtos na transmissão do Carnaval de Manaus 2019, foram pagos R$ 190 mil; na produção e veiculação de vídeos foram mais R$ 871 mil. Na famosa Banda do Galo de Manaus para veiculação de vídeos foram gastos R$ 320 mil.

Transmissões de festivais

No Festival Folclórico de Parintins 2019, o governo gastou R$ 2,2 milhões na transmissão do festival através da TV Cultura e do aplicativo ‘A Crítica Play’. Ainda em Parintins, foram desembolsados mais de R$ 98 mil para divulgação do festival em jornais. Já para a transmissão do Festival de Ciranda de Manacapuru 2019, foram gastos R$ 399 mil.

Cultura do governo

O governo pagou R$ 691 mil ao projeto ‘Vem conhecer o Festival para o Brasil e para o Mundo’, de 7 à 27 de junho de 2019. Na impressão do Guia Turístico ‘Manaus na Palma da Mão’ foram gastos R$ 166 mil.

Paixão pelo Peladão

Em 2019, o governo de Wilson Lima pagou à Rede Calderado quase R$ 1,6 milhão para o Campeonato de Futebol do Peladão. Além disso, também foram gastos R$ 84 mil em patrocínio esportivo.

Exemplares do meu jornal favorito

Em 2019, para fornecimento do Jornal A Crítica para a Secretaria de Comunicação (Secom), foram gastos mais de R$ 11 mil. Agora em 2020, foram desembolsados quase R$ 10 mil na assinaturas do jornal.

Eu gosto é do carnaval

Em 2020, foram gastos R$ 190 mil em contrato com a Rádio Jornal A Crítica para transmissão, produção e veiculação de spot’s em sete dias durante o Desfile das Escolas de Samba do Carnaval. Já na empresa Radiodifusão Amazônia Ltda, foram gastos mais R$ 870 mil na transmissão e veiculação de vídeos no período de 21 a 28 de fevereiro.

*Apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO

Publicações relacionadas

Quatro aviões com equipamentos chegam a Manaus

Redação

Carolina Jatobá é flagrada fazendo videochamada com a família e é punida na prisão

Redação

Manaus está entre as cidades brasileiras mais afetadas pela pandemia da Covid-19

Redação

Deixe uma resposta