Amazonas Destaques Manaus Política

Wilson Lima tenta dar os últimos suspiros de vida a seu governo

Um dia antes da Assembleia retomar o processo de impeachment, o governador Wilson Lima (PSC) tomou duas medidas acenando que seu Governo, mesmo no corredor da morte, ainda tenta clemência. Uma foi demitir a secretária de Saúde, Simone Papaiz e os demais servidores presos pela Polícia Federal na operação Sangria, além de aceitar a demissão da Secretaria de Comunicação, Daniela Assayag. A outra, foi suspender os pagamentos e determinar a revisão de todos os contratos da Susam. São os últimos suspiros de um governo que agoniza, sufocado por denúncias e escândalos de repercussão nacional. Wilson quer mostrar que ainda tem condições de tocar o Estado e que quer a todo custo evitar o impeachment, a ser retomado hoje pelo presidente da Aleam, Josué Neto (PRTB).

Deputados pulando do barco

O maior desafio do governador é manter a maioria na Assembleia depois de ser apontado como o líder da organização criminosa que desviou recursos da Susam e de ter os bens bloqueados.  Deputados temem os desdobramentos das investigações da Federal e colocar em risco o futuro político deles, mantendo o apoio a um governo golpeado por tantos escândalos. Nenhum dos deputados da base defendeu ou mesmo prestou solidariedade a Wilson Lima, que hoje se sente abandonado até mesmo pela sua líder, deputada Joana Darc (PL). Há ainda, a divulgação da lista dos 5% encontrada pelos agentes federais no gabinete de Wilson, ao lado do nome de alguns nomes de deputados, o que sinaliza possíveis pagamentos aos parlamentares.

Depoimento desastroso

O depoimento de Carla Pollake na CPI da Pandemia na segunda-feira (6/7) foi considerado desastroso pelo governador Wilson Lima e seus assessores mais próximos. A narrativa de que Pollake dava “apenas conselhos e pitacos à imagem do amigo governador sem cobrar nada” não resistiu à apresentação de um cartão de visita com os símbolos do Estado em que ela se apresentava como consultora do Governo do Amazonas e que a confecção teria sido autorizado pelo governador.

Relações comprometedoras

 A CPI mostrou que as relações de Pollake com o Governo Wilson são amplas e comprometedoras. “Agora, ela – a Santa Madre Tereza – vai ser investigada pelo Ministério Público por usurpação de cargo público, falso testemunho e falsidade ideológica”, confirmou Wilker Barreto (Podemos) em entrevista ao programa 18Horas da rádio Mix.

Simone volta pra São Paulo

Simone Papaiz volta pra São Paulo após deixar a prisão e ser demitida nesta segunda-feira do comando da Susam pelo governador Wilson Lima. Ela ficou pouco mais de dois meses no cargo, o suficiente para se arrepender pelo resto da vida por ter trocado Bertioga (SP) por Manaus. Simone Papaiz veio com a missão de implantar as Organizações Sociais (OSs) nas unidades de saúde e saiu com o currículo manchado, acusada de participar de uma organização criminosa.

Paulistas no governo Wilson Lima

Com a saída de Simone Papaiz, fica menor a chamada “República Paulista” no governo Wilson Lima. Permanecem os dois irmãos do ex-deputado Roberto Jefferson que são: Ricardo Francisco Monteiro, como Secretário da Sect ( Secretaria das Cidades e Territórios) e Ronaldo Francisco Monteiro, Secretário Executivo da Casa Civil. Os dois chegaram ao governo, como moeda de troca na ação que colocou o PTB estadual no colo de Carlos Almeida/Wilson Lima.

Pesquisas eleitorais

As mais recentes pesquisas eleitorais divulgadas nos últimos dias deixaram os principais pré-candidatos satisfeitos. Amazonino Mendes (Podemos) lidera folgado em todas, seguido de Davi Almeida (Avante), Alberto Neto (Republicanos) e José Ricardo (PT).

Volta da Assembleia

A Assembleia Legislativa do Amazonas terá sessão híbrida nesta terça-feira (7), com alguns deputados em plenário e outros on line. Um número mínimo de funcionários estará no local. O acesso do público ao local ainda não foi liberado.

Arthur em São Paulo

O prefeito Arthur Neto está em São Paulo, no hospital Sírio Libanês, onde dá prosseguimento ao tratamento após testar positivo para o Covid-19. “Preciso fazer outros exames, então decidi ir a São Paulo, onde tenho todo meu histórico médico. Tenho recebido muitas mensagens de apoio e de carinho. Em breve estarei de volta e com força total para tocar as muitas obras e ações que temos a realizar”, disse Arthur em comunicado divulgado pela prefeitura.

Covid em Envira

Moradores do município de Envira, encaminharam denúncia ao Portal Único, alegando que o prefeito Ivon Rates da Silva, estaria tentando omitir o número real de casos de Covid-19 no município. Oficialmente há o registro de um caso em Envira. Os moradores afirmam que há outros casos.

Publicações relacionadas

Justiça nega habeas corpus a tio que dopou e estuprou sobrinha em Manaus

Redação

Mulher é encontrada morta seminua dentro de casa em Manaus; suspeito levou imagens de câmera de segurança, diz polícia

Redação

Wilson Lima veta ‘lei do gás natural ‘ e conselheiro do TCE faz severas críticas: ‘desrespeitoso’

Redação

Deixe uma resposta