Amazonas Destaques Manaus Polícial

Wilson Lima se recusa a entregar senhas de seus celulares

O governador Wilson Lima (PSC) se recusou a fornecer a senha de dois celulares apreendidos nesta terça-feira (30/6) na Operação Sangria, deflagrada pela Polícia Federal para investigar fraude e superfaturamento nas ações de combate à pandemia do novo coronavírus no estado. A informação é do G1.

O governador foi alvo de busca e apreensão determinada pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele estava em Brasília quando os mandados foram cumpridos. A Polícia Federal chegou a pedir a prisão do governador, mas o ministro negou. Na operação, a secretária de Saúde do Amazonas foi presa.

Investigados têm o direito de não entregar senhas, embora a praxe seja entregar. Nessa hipótese, a perícia policial tentará ter acesso, o que dificulta o trabalho dos investigadores. Nesses casos, eles costumam interpretar a recusa como resistência em colaborar com as investigações.
No decorrer do inquérito, isso pode ser usado, junto com outros elementos, como indício de que tentava esconder algo.
Em nota, a assessoria do governador informou que o celular é de uso pessoal e tem informações de caráter familiar que, segundo ele, não são de interesse da investigação.

COMPARTILHE

Publicações relacionadas

Hospital de Manaus encerra internações de pacientes com Covid-19 e libera 40 leitos de UTI

admin

Delegado Péricles confirma veracidade de atos da CPI e diz que marido de Daniela Assayag lucrou milhões no governo Wilson Lima

admin

Polícia Federal está nas ruas de Manaus em operação

admin

Deixe um comentário