Manaus Cotidiano Destaques

Wilson Lima entrega ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, documento em defesa da ZFM

Durante reunião na sede do Governo, senador garantiu defesa do modelo no Congresso Nacional

O governador do Amazonas, Wilson Lima, entregou, nesta quinta-feira (12/03), uma nota técnica feita pelo Comitê e Assuntos Tributários Estratégicos (Cate) do Governo do Estado, ao presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre. O documento reúne argumentos de defesa e proposta de garantias para manutenção a competitividade do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) na discussão da reforma tributária.

“Nossos técnicos da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda) fizeram uma apresentação do cenário que a gente vislumbra diante de todas essas situações que têm acontecido, de coronavírus, de queda do petróleo. Eu entreguei ao presidente do Senado uma proposta daquilo que a gente acredita que não interfere no modelo Zona Franca de Manaus. Naturalmente que é uma proposta passível de ajustes, tanto pelo Senado quanto pela nossa bancada”, frisou Wilson Lima.

Na nota técnica, o Governo do Amazonas propõe, entre outros pontos, a definição de garantia de concessão de benefícios fiscais à ZFM e outros instrumentos necessários à manutenção de vantagem competitiva do Polo Industrial de Manaus (PIM). Além disso, propõe a garantia ao Amazonas, até 2073, de recursos atualizados equivalentes à perda de arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) decorrentes das mudanças da reforma que impactem a ZFM.

Medidas de defesa – Wilson Lima também destacou medidas que o Governo do Amazonas tem adotado em defesa do modelo ZFM. “No ano passado nós montamos um comitê para monitorar todas as decisões que são tomadas em Brasília, que possam afetar o modelo Zona Franca. Estamos montando uma estrutura em São Paulo para fazer articulações junto com empresários e empresas que estão no Polo Industrial de Manaus. Da mesma forma que estamos montando uma estrutura em Brasília, para dar suporte aos parlamentares, juntamente com técnicos da Sefaz e com outros técnicos, e também para empresários e outras pessoas que queiram dar sugestões, contribuições ou tirar alguma dúvida em relação ao modelo Zona Franca de Manaus”, pontuou.

O governador avaliou positivamente a reunião com o presidente do Senado Federal, da qual também participaram os senadores Omar Aziz e Eduardo Braba, deputados estaduais e federais, empresários e representantes de entidades de classe.

“A gente sai dessa reunião entendendo que temos mais um parceiro, mais um soldado nessa batalha, o presidente Davi Alcolumbre, que já havia, em muitos momentos, manifestado seu compromisso com a Zona Franca de Manaus. Ele reafirma aqui, mais uma vez, esse compromisso para que a gente possa preservar esse nosso modelo”, ressaltou o governador.

Compromisso com a Zona Franca – Davi Alculumbre, natural do Amapá, enfatizou que conhece a realidade do Norte do país, ressaltou a importância da Zona Franca de Manaus para a região e para todo o Brasil. Ele reafirmou o compromisso em defender o modelo.

“A gente tem que defender sim esse modelo e, desde o primeiro momento, eu assumi o compromisso com os parlamentares do Amazonas, com os deputados federais, com os senadores. Em nome do parlamento brasileiro, como presidente do Senado e do Congresso Nacional, mais uma vez quero reafirmar meus compromissos com a Zona Franca de Manaus, com as áreas de livre comércio do Brasil e com o nosso país. Sabemos o que estamos fazendo para o Brasil, o tamanho da nossa responsabilidade”, disse Alcolumbre.

O presidente do Senado afirmou que a Comissão Mista Especial de Acompanhamento vai ouvir o Governo para decidir o caminho a ser seguido. Ele ressaltou, ainda, a importância da ZFM para a preservação da floresta amazônica. “Nós temos neste modelo a possibilidade de preservar a floresta, preservar nossas riquezas e, ao mesmo tempo, gerar emprego, melhorar a qualidade de vida e desenvolvimento para uma região importante. Saio daqui mais convencido, como mais um soldado na defesa ao lado de vocês amazonenses”, enfatizou Davi Alcolumbre.

Fotos: Diego Peres e Tácio Melo/Secom

Publicações relacionadas

Em resposta a ataques pessoais, Arthur Virgílio diz que Bolsonaro é incapaz e incompetente

Redação

Conheça o importante trabalho do SAMU 192 Fluvial

Redação

Auxiliar do IML é denunciado por suspeita de usar cadáver de mulher como objeto sexual

Redação

Deixe uma resposta