Amazonas Destaques Manaus

Wellington José de Araújo é escolhido o novo presidente do TRE-AM

A eleição ocorreu logo após a escolha da lista tríplice para a vaga de desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM). Mas ao contrário da primeira, que teve os votos abertos, esta eleição foi secreta, tendo seu cômputo final divulgado em seguida.


Newsletter – Receba os destaques do portal A Crítica todos os dias no seu e-mail.


Wellington José recebeu 17 votos, contra dois de Elci Simões de Oliveira. Com isso, ele vai assumir o posto que vinha sendo ocupado, até janeiro, pelo Desembargador Aristóteles Lima Thury, que faleceu em janeiro deste ano, em São Paulo, vítima da Covid-19.

O desembargador ingressou na magistratura no ano de 1980, atuando como juiz substituto na Comarca de Manaus e, posteriormente, nas Comarcas de Urucará e Parintins. Foi promovido para a Capital onde, por 19 anos, foi titular da 3ª e da 6ª Vara Criminal, do 1º Tribunal do Júri, da Vara do Meio Ambiente, da 2ª Vara da Fazenda Pública do Estado e ainda da 8ª e 18ª Vara Cível. Em 2010, foi promovido a desembargador, compôs a Corte Eleitoral (como juiz e como desembargador) por duas vezes, foi diretor do Fórum Des. Mário Varçosa e do Fórum Ministro Henoch Reis, além de compor o colegiado de magistrados da 2ª Câmara Cível do TJAM. Como vice-presidente da Corte (2018-2020) também presidiu as Câmaras Reunidas do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Publicações relacionadas

Grupo sequestra caminhoneiro e rouba 15 mil litros de diesel em Manaus

Redação

Risco de morte pela Covid-19 em Manaus é o dobro da média nacional de letalidade

Redação

Centro de Cooperação da Cidade é inaugurado em Manaus

Redação