Brasil Esportes

Vôlei: Covid-19 força alteração no formato da Liga das Nações

Nos dois naipes, evento será disputado em bolha sanitária

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) confirmou nesta terça-feira (26) que a Liga das Nações desta temporada será disputada em uma sede única. Ao contrário do modelo tradicional com rodízio de sedes, a entidade definiu a utilização de um local único no conceito de bolha sanitária tanto no torneio masculino, quanto no feminino. Os locais e o calendário dos jogos devem ser divulgados em fevereiro de 2021.

A intenção da FIVB é garantir a saúde dos atletas e de todos envolvidos nos jogos. Além disso, a Federação pretende manter a fórmula de disputa. Os 16 países de cada gênero continuarão jogando todos contra todos em turno único ao longo de cinco semanas dentro da bolha sanitária. Os seis melhores avançam à fase final.

A edição de 2020 do torneio, criado em 2017 pela FIVB substituindo a Liga Mundial e o Grand Prix, foi cancelada por causa da pandemia. Em 2019, o time feminino do Brasil foi vice-campeão. A equipe masculina ficou com o quarto lugar.

Fonte: Agencia Brasil

Publicações relacionadas

Família Barbalho: Jornal do Pará chama novo ministro da justiça de “Terrivelmente Evangélico”, uma ofensa grave aos evangélicos de todo Brasil

Redação

Colômbia fecha passagem de carros na fronteira entre Tabatinga, no AM, e Letícia

Redação

Escolas particulares de Manaus retomam aulas presenciais com estudantes sem sapatos, escudo facial e rodízio de alunos

Redação

Deixe uma resposta