Amazonas Destaques Manaus

Visa Manaus autua estabelecimento por fraude na validade de produtos, no bairro Nova Cidade

A Vigilância Sanitária (Visa Manaus), da Prefeitura de Manaus, realizou nesta quarta-feira, 10/3, uma operação de fiscalização, que resultou na autuação de um estabelecimento localizado no conjunto João Paulo II, bairro Nova Cidade, zona Norte, após uma grande quantidade de produtos com validade adulterada ter sido encontrada nos fundos do local.

Para o diretor da Visa Manaus, Ewerton Campos Wanderley, a ação reafirma a importância do trabalho da Vigilância Sanitária municipal na prevenção e controle de riscos à saúde relacionados a produtos e serviços.

“Mesmo com a pandemia, nosso trabalho de fiscalização e zelo pela saúde e bem-estar da população continua com a mesma dedicação e responsabilidade, conforme orienta o prefeito David Almeida. Utilizando todos os procedimentos sanitários necessários à prevenção da Covid-19, nossos agentes seguem atendendo às denúncias da população e coibindo práticas ilegais como as constatadas nesta inspeção”, assegurou.

Uma denúncia feita à Visa Manaus informou a existência de um depósito de produtos vencidos que estariam tendo o registro de validade trocado, nos fundos de um pequeno comércio, próximo à Igreja Católica João Paulo II. Com o apoio de forças policiais, por meio do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), os fiscais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) se dirigiram ao estabelecimento, e constataram a prática ilegal.

“Encontramos uma carga inteira de produtos com a validade vencida, próximos da data de vencimento ou com o registro de validade raspado, em diversos gêneros. Havia embalagens de leite líquido, achocolatado, café e até mesmo álcool em gel, alguns vencidos há mais de seis meses, que teriam a data de validade fraudada para serem comercializados como se estivessem dentro do prazo”, explicou Ricardo Celestino de Lima, gerente de Vigilância de Produtos, da Visa Manaus.

Ao todo, mais de cinco toneladas de mercadoria foram apreendidas no local. “Após a confirmação do procedimento ilegal e da verificação de toda a mercadoria suspeita, o total apreendido foi transportado para fora do estabelecimento, inutilizado e depois descartado no Aterro de Resíduos Sólidos de Manaus, na rodovia AM-010. Em seguida, foi lavrado um auto de infração para o estabelecimento, e sua proprietária responderá a processo administrativo pela Visa Manaus, sem prejuízo da sua responsabilização penal e criminal”, afirmou.

A população de Manaus pode fazer denúncias de irregularidades sanitárias em produtos e serviços pelos números 3654-6603, 0800 092 0123 ou pelo e-mail [email protected].

— — — 

Texto – Renildo Rodrigues / Semsa

Fotos – Divulgação / Semsa

Publicações relacionadas

Mourão defende avanços nos sistemas de monitoramento da Amazônia

Redação

CIF vistoria flutuantes e bares e fecha festa clandestina com mais de 700 pessoas no Tarumã

Redação

Bolsonaro exonera diretor-geral da PF

Redação

Deixe uma resposta