Amazonas Destaques Manaus

VAMOS FALAR DE COISA BOA: Começou a contagem regressiva para o fim antecipado do Governo Wilson Lima

Os blocos partidários indicam hoje (8) os nomes dos 17 deputados que vão compor a Comissão Especial Processante que vai avaliar a denúncia de crime de responsabilidade contra o governador Wilson Lima e o seu vice, Carlos Almeida Filho. É o início da contagem regressiva para o fim antecipado do Governo Wilson Lima, eleito com mais de 1 milhão de votos com o discurso do novo e pregando o fim da corrupção, mas que agora amarga rejeição recorde após uma série de escândalos de corrupção e de ser denunciado pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal, como o líder de uma organização criminosa e ter seus bens bloqueados.

Definição dos nomes

A oposição pode ficar com a maioria das indicações para comissão Especial Processante. Pelos cálculos preliminares a oposição pode ficar com nove membros e a base aliada do oito. O maior bloco, que reúne PRTB, PSL, Patriotas, PSDB e Republicanos terá cinco vagas na Comissão e serão escolhidos entre os deputados Fausto Junior, Delegado Péricles, Felipe Souza, Terezinha Ruiz e João Luiz. O segundo maior bloco (MDB, PTB, PSC e DEM) indicará três nomes entre os deputados Alessandra Campelo, Saullo Vianna, Dr. Gomes e Augusto Ferraz. O partido Progressistas terá duas vagas e serão preenchidas entre os deputados Belarmino Lins, Mayra Pinheiro e Álvaro Campelo. O PL terá uma vaga a ser preenchida por Joana Darc ou Cabo Maciel. O bloco PV/PSD também terá duas vagas a ser ocupada entre os deputados Roberto Cidade, Carlinhos Bessa e Ricardo Nicolau. O Podemos indicará dois nomes entre Wilker Barreto, Dermilson Chagas e Abdala Fraxe. E por fim o bloco PT/PSB/PDT com duas vagas a serem preenchidas entre os deputados Serafim Corrêa, Sinésio Campos e a Adjuto Afonso.

Josué na presidência

De forma equilibrada e tranqüila, o presidente da assembleia Josué Neto conduziu a instalação do processo de impeachment e explicou que a partir da instalação da comissão, ficará totalmente distante das ações, cabendo aos outros parlamentares o desenvolvimento do trabalho, tendo em vista que no caso de cassação de Wilson, quem assumirá o governo será Josué Neto, que convocará eleições. 

Presidente e relator

Após a definição dos 17 nomes, serão eleitos os deputados para presidir a comissão e o relator que vai elaborar o parecer que vai denunciar ou não Wilson Lima e Carlos Almeida Filho por crime de responsabilidade e indicar se devem perder o mandato e os direitos políticos por 8 anos, decisão final que caberá ao plenário.  Será um processo longo para consolidar as provas das denúncias e dar ampla defesa aos acusados.

Sem recesso até dezembro

Pela sessão de ontem (7) percebe-se que o apoio ao governador Wilson Lima está se desintegrando. Não houve reação ao parecer da Procuradoria da Aleam  que considerou legal o prosseguimento do processo de impeachment e ainda foi derrotada a proposta de interesse do Governo de manter o recesso de julho. Por 14 votos a 7 os deputados decidiram seguir os trabalhos, sem interrupção até dezembro.

Elas estão contidas

Joana Darc e Alessandra Campelo, as duas maiores defensoras do governador Wilson Lima, estão mais contidas. Joana Darc está literalmente muda e não esboça nenhuma defesa do governador.

Alta de Arthur

Boletim médico do Hospital Sírio Libanês,em São Paulo, informa que o prefeito Arthur Neto “se encontra bem, internado na unidade de terapia semi-intensiva, respirando com auxílio de um cateter de oxigênio”. Não há previsão de alta. Em vídeo nas redes sociais, Arthur declarou:”reforço o alerta que fiz antes mesmo de contrair a doença: esse vírus é imprevisível, por isso a prevenção é a melhor maneira de combatê-lo”.

Caixa Econômica

Moradores do Município de Maués, encaminharam ao Portal Único, denúncia contra o atendimento da única agência da Caixa Econômica que funciona na sede municipal. Alegam que o atendimento vai de mal a pior  começar pelo próprio gerente da unidade. Essa tem sido uma características praticamente em todas as agências da Caixa.

Preço de mensalidades

Estudantes da Uninorte estão às voltas com um aumento que consideram abusivo nas mensalidades. Dizem que a instituição divulgou informação de que não haveria aumento nesse período, em função da pandemia do Covid-19, mas foram surpreendidos nos últimos dias com um aumento bem elevado

Publicações relacionadas

Dezessete pacientes curados da Covid-19 deixam o hospital de campanha municipal

Redação

Ciclopatrulha realiza deslocamento ciclístico em comemoração ao dia mundial sem carro

Redação

Arthur Virgílio está curado da Covid-19 e recebe alta médica nesta terça-feira, 28/7

Redação

Deixe uma resposta