Amazonas Destaques Manaus

Vacina contra a Covid-19: A segunda dose é indispensável

Manaus aplicou até o dia 11 de maio o total de 532 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Destas, 207 mil são referentes à segunda dose. Os dados mostram o avanço do trabalho na cidade com o total de doses recebidas e aplicadas, mas também a necessidade de maior engajamento de parte da população, que ainda não retornou para tomar a segunda dose.

O cidadão que tomou a vacina CoronaVac, tem que tomar a segunda dose em até 28 dias. Aqueles que tomaram a AstraZeneca, devem fazer isso em até 84 dias. Vale ressaltar que as vacinas e seus prazos foram cuidadosamente estudados e não há comprovação de eficácia apenas com uma dose ou fora desses prazos estabelecidos pelos laboratórios.

Para melhor organização do fluxo, a segunda etapa da vacinação é feita por agendamento automático. Desta forma, quem recebeu a primeira dose deve acessar o endereço eletrônico https://imuniza.manaus.am.gov.br e consultar o dia, local e hora para receber a segunda dose da vacina. A data marcada no cartão de vacina entregue na primeira dose é apenas uma referência para que o cidadão não perca seu prazo.

Aqueles que o ultrapassarem, devem se dirigir imediatamente a um dos oito postos preparados exclusivamente para a campanha de vacinação contra a Covid-19. Ao se dirigir ao posto para a segunda dose, não se esqueça de levar um documento de identificação original com foto e o CPF, além do cartão de vacina com o registro da primeira dose.

E fique atento!

Quem estiver com sintomas gripais ou com qualquer doença em sua fase aguda não deve receber a segunda dose do imunizante neste momento. A orientação é de que haja um intervalo de 30 dias entre o início dos primeiros sintomas e a busca pela segunda dose.

Também é preciso aguardar o mínimo de 14 dias entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e a da Influenza, cuja campanha também está em curso. Este intervalo deve ser respeitado para que uma vacina não anule os efeitos da outra.

A pandemia não acabou, mas a vacina, se tomada adequadamente, garante sintomas mais leves, em caso de contaminação, evitando-se o agravo, internações e, principalmente, o óbito. Não deixe de tomar a segunda dose. Com ela, você fica protegido e ajuda a levar esperança para todos.

Publicações relacionadas

Detentos fogem de presídio enquanto jogavam lixo fora de unidade no AM

Redação

Abandonados dentro de casa, cinco irmãos são resgatados após mãe deixar família e viajar ao interior, diz polícia

Redação

Alok e Romana Novais descobrem sexo do bebê em chá revelação

Redação

Deixe uma resposta