Cotidiano Brasil Destaques

USANDO O ZOOM? SAIBA COMO MANTER SUA EMPRESA SEGURA

Zoom tem sido um dos apps de videoconferência mais utilizados durante a pandemia do novo coronavírus, principalmente entre o público corporativo, para a realização de reuniões à distância. Em decorrência disso, o serviço também se tornou um dos alvos preferidos dos cibercriminosos.

Explorando algumas vulnerabilidades do programa, hackers estão invadindo reuniões de terceiros e fazendo de tudo para atrapalhar as chamadas de vídeo, seja postando comentários ofensivos ou transmitindo conteúdos adultos. Estes invasores de videochamadas estão sendo chamados de “Zoombombers”.

Alguns deles também estão aproveitando tais falhas para coletar informações sensíveis das empresas e do mercado, além de espalhar malwares entre os participantes das reuniões.

O uso do Zoom aumentou significativamente desde o início da pandemia.

O uso do Zoom aumentou significativamente desde o início da pandemia.Fonte:  Unsplash 

Ataques de phishing são outra arma utilizada para o roubo de informações por meio do app Zoom. De acordo com o diretor técnico da Trend Micro Brasil Franzvitor Fiorim, foram descobertos mais de 2 mil novos domínios de sites falsos criados em março, por meio dos quais os cibercriminosos conseguem roubar dados para se infiltrar nas reuniões online.

Como se proteger

É possível reduzir os riscos de segurança relacionados ao Zoom com algumas medidas simples, como baixar o aplicativo somente em um site confiável, mantê-lo sempre atualizado e instalar um programa anti-malware com detecção de phishing. Além disso, você deve rever as configurações administrativas no app, para dificultar a ação de hackers e Zoombombers.

Confira outras dicas de segurança:

  • Configure o Zoom para gerar IDs aleatórios a cada reunião e não os compartilhe em postagens públicas
  • Defina o compartilhamento de tela como “somente anfitrião”
  • Desabilite a função de transferência de arquivos
  • Bloqueie a entrada de novos participantes quando a reunião começar
  • Use a função sala de espera, para que apenas os usuários com registro pré-atribuído sejam permitidos nas chamadas
  • Habilite o aviso de entrada e saída de usuários da reunião
  • Permita ao anfitrião colocar os participantes em espera, para que possa removê-los temporariamente se necessário

As dicas valem para reuniões de trabalho e pessoais no app.

FONTE:tecmundo

Publicações relacionadas

Prazo de aditamento do FIES é prorrogado para 30 de junho

Redação

Talento mirim do Amazonas, Vinne Ramos se apresenta no The Voice Kids neste domingo

Redação

Com a Bandeira do Brasil na cor vermelha, cerca de 501 esquerdistas percorrem parte da Djalma Batista em Manaus, gritando #ForaBozoFascistaTenistaEletricista e por ai vai

Redação

Deixe uma resposta