Amazonas Brasil Destaques

URGENTE:Bolsonaro demite Mandetta do cargo de ministro da Saúde

Após 34 dias de discórdias públicas e intrigas privadas, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi demitido nesta quinta-feira (16) por Jair Bolsonaro. A exoneração deve sair em edição extra do Diário Oficial, mas foi oficializada pelo presidente em reunião nesta tarde no Palácio do Planalto. Mandetta publicou a informação no Twitter. 

Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde.
Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e39,4 mil15:17 – 16 de abr de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads16 mil pessoas estão falando sobre isso

Mais popular integrante do governo e com aprovação duas vezes maior que a do presidente, Mandetta não resistiu à própria verve. Sentindo-se blindado no cargo após receber apoio dos militares e emparedar o presidente mais de uma vez, o ministro acabou dando duas entrevistas cheias de provocações e referências diretas ao presidente.

A primeira, no dia 6 deste mês, logo após a tensa reunião em que foi confirmado no cargo, acabou sendo relevada, mas não esquecida pelo Planalto. A situação, contudo, ficou insustentável após a fala de Mandetta ao Fantástico, no domingo (12), na qual voltou a criticar o comportamento de Bolsonaro. O ministro já havia avisado que suas reações seriam proporcionais aos atos do presidente. 

No sábado (11), eles visitaram juntos as obras de um hospital em Goiás, ocasião em que Bolsonaro cumprimentou apoiadores e se uma aglomeração. Irritado e disposto a marcar posição, Mandetta disse ao Fantástico que a população “não sabe se escuta o ministro ou o presidente”.   

Criticado inclusive por parlamentares e governadores que o apoiavam, Mandetta reconheceu o erro e submergiu. Na terça-feira (14), apareceu com o semblante carregado na coletiva diária de atualização dos números sobre a pandemia. Amuado, pouco falou. Ao retornar ao gabinete, comunicou à equipe que sua demissão era questão de tempo.

Publicações relacionadas

Morre primeira vítima suspeita do novo coronavírus no Brasil

Redação

Osmar Terra solta nota e nega notícia sobre suposto caso com Michelle Bolsonaro

Redação

Pacientes internados no Delphina Aziz são transferidos para outras unidades de saúde

Redação

Deixe uma resposta