Amazonas Destaques Manaus

URGENTE: TRE põe pra andar processo que pede cassação de Wilson Lima e Carlos Almeida

Após quase um ano sem movimentação, o pedido de cassação contra Wilson Lima (PSC) e Carlos Almeida (PTB) teve uma movimentação registrada no TER-AM ( Tribunal Regional Eleitoral), conforme informou nesta quarta-feira (8) o blog da jornalista Rosiene Carvalho.


Esse processo é movido pelo ex-governador Amazonino Mendes (Podemos) e começou no dia 20 de outubro de 2018. Ele acusa Wilson e Carlos Almeida, de compra de votos nas eleições de 2018.
Esse caso envolve o ex-prefeito do município de Nhamundá, Mário Paulain, que teve o celular apreendido mas foi devolvido em seguida pela Polícia Federal, sob alegação de não ter senha para acessar o aparelho. Esta situação, conforme explica o blog da jornalista Rosiene, foi motivo para que o advogado de Amazonino, Yuri Dantas, fizesse outra solicitação para que o aparelho fosse enviado a outro estado em condições de fazer a perícia.

Após quase um ano sem movimentação, o pedido de cassação contra Wilson Lima (PSC) e Carlos Almeida (PTB) teve uma movimentação registrada no TER-AM ( Tribunal Regional Eleitoral), conforme informou nesta quarta-feira (8) o blog da jornalista Rosiene Carvalho.


Esse processo é movido pelo ex-governador Amazonino Mendes (Podemos) e começou no dia 20 de outubro de 2018. Ele acusa Wilson e Carlos Almeida, de compra de votos nas eleições de 2018.
Esse caso envolve o ex-prefeito do município de Nhamundá, Mário Paulain, que teve o celular apreendido mas foi devolvido em seguida pela Polícia Federal, sob alegação de não ter senha para acessar o aparelho. Esta situação, conforme explica o blog da jornalista Rosiene, foi motivo para que o advogado de Amazonino, Yuri Dantas, fizesse outra solicitação para que o aparelho fosse enviado a outro estado em condições de fazer a perícia.


O processo no TRE voltou a ter movimento, logo após o desembargador eleitoral Victor Liuzzi assumir a vaga, no lugar do desembargador Abraham Campos Peixoto


O processo no TRE voltou a ter movimento, logo após o desembargador eleitoral Victor Liuzzi assumir a vaga, no lugar do desembargador Abraham Campos Peixoto

Publicações relacionadas

Daniela Assayag diz que marido não é sócio da empresa que comprou respiradores

Redação

Quadrilha que ‘tocava o terror’ em Manaus é presa após perseguição

Redação

Cem policiais militares estão afastados do trabalho por causa do Coronavírus

Redação

Deixe uma resposta