Amazonas Brasil Manaus

Urgente: jornalista e indigenista tiveram o corpo queimado e esquartejado no Amazonas

Amazonas – Mais revelações sobre o caso do jornalista Dom Philips e do indigenista Bruno Souza, desaparecidos no Amazonas, foram divulgadas na tarde desta quarta-feira (15). Supostamente, Dom e Bruno tiveram os corpos esquartejados e queimados na mata.

Um dos suspeitos pelo desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira, sumidos há 11 dias, confessou o crime.

Osoney da Costa disse que ele e Amarildo dos Santos mataram Dom Philips e Bruno Pereira no dia 5 após serem flagrados pescando ilegalmente. Os corpos teriam sido decepados e queimados na terra indígena do Vale do Javari, na Amazônia.

A informação é do jornalista Valteno de Oliveira. A Polícia Federal deve dar uma coletiva ainda nesta tarde para dar encerramento ao caso.

Mais informações em instantes.

Publicações relacionadas

Josué Neto passa bem após cirurgia

Redação

Autocoleta para detecção do câncer do colo do útero pode salvar mulheres, afirma pesquisadora da Ufam

Redação

Obras em Azulão retornam na segunda, cumprindo medidas apontadas por órgãos de controle

Redação

Deixe um comentário