Amazonas Destaques Educação Manaus

‘Uma merenda escolar de qualidade faz toda diferença no ensino’

Localizada no assentamento Nazaré, Costa do Tabocal, na margem esquerda do rio Amazonas, a escola municipal Nossa Senhora de Nazaré começou o Ano Letivo 2020 totalmente abastecida pela Prefeitura de Manaus. “Um material escolar de qualidade, uma comida boa para as crianças ribeirinhas faz muita diferença na relação delas com a escola”, afirma a diretora da unidade de ensino da zona ribeirinha, Filomena Maciel Valente do Couto.

Com gestão inteligente e entrega programada, a distribuição de merenda e material escolar da rede municipal é feita pela Central de Logística da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Para as escolas localizadas no rio Amazonas acontece durante um período de 15 dias, abastecendo 19 escolas. O mesmo acontece com as escolas localizadas nas afluentes do rio Negro, onde são atendidos mais de dois mil alunos em 29 unidades de ensino.

A escola municipal Nossa Senhora de Nazaré atende mais de 110 alunos, nos turnos matutino e vespertino. “Muitas vêm pela manhã sem tomar café e esperam de nós essa refeição. E trabalhamos com tranquilidade, porque mesmo distante da cidade nunca falta uma refeição para essas crianças”, destaca Filomena.

A unidade educacional também conta com uma horta do projeto “Plantando Sabores e Saberes”, que compõe a grade curricular com aulas participativas. Os legumes e verduras colhidos também integram os ingredientes da merenda.

Segundo o nutricionista e gerente de Controle de Qualidade da Divisão de Alimentação Escolar (DAE), da Semed, Helder Maia, cada realidade escolar possui um cardápio diferenciado. “A logística da área rural terrestre é diferente da área rural ribeirinha. Cada escola possui uma análise do cardápio que é produzido, principalmente o tempo que cada escola precisa se manter abastecida. Nisso se calcula a quantidade de alunos, a idade, os períodos de estudo, e ainda, se existem restrições”, explica.

A Central de Logística tem cinco mil metros quadrados, seis mil espaços para acomodação de mobiliário, equipamentos, eletrodomésticos, e todos os itens da merenda escolar. O espaço funciona no conceito de Cidade Inteligente, com robotização na manipulação, sistemas controlados para o abastecimento das escolas, o que permite identificar os níveis de abastecimento e de necessidade de cada uma delas.

Atualmente, a Prefeitura de Manaus possui 83 unidades de ensino na zona Rural de Manaus, sendo 35 na rodoviária e outras 48 na ribeirinha, que atendem, aproximadamente, 11 mil alunos e contam com 583 educadores. Dentre elas, duas trabalham com Educação Integral, sendo uma no Rio Negro (E. M. Profª.Dian Kelly do Nascimento Mota) e outra na BR-174 (E.M. Padre Calleri).

Texto – João Paulo Gonçalves / Semcom

Fotos – Marinho Ramos / Semcom

COMPARTILHE

Publicações relacionadas

Quanto tempo Os Simpsons demoraram para acertar suas “previsões”?

admin

Ouvidoria do TCE lança Carta de Serviços em formato digital

admin

Algemado, preso foge de IML de Manaus, quanto aguardava exame

admin

Deixe um comentário