Amazonas Destaques Educação Manaus

‘Uma merenda escolar de qualidade faz toda diferença no ensino’

Localizada no assentamento Nazaré, Costa do Tabocal, na margem esquerda do rio Amazonas, a escola municipal Nossa Senhora de Nazaré começou o Ano Letivo 2020 totalmente abastecida pela Prefeitura de Manaus. “Um material escolar de qualidade, uma comida boa para as crianças ribeirinhas faz muita diferença na relação delas com a escola”, afirma a diretora da unidade de ensino da zona ribeirinha, Filomena Maciel Valente do Couto.

Com gestão inteligente e entrega programada, a distribuição de merenda e material escolar da rede municipal é feita pela Central de Logística da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Para as escolas localizadas no rio Amazonas acontece durante um período de 15 dias, abastecendo 19 escolas. O mesmo acontece com as escolas localizadas nas afluentes do rio Negro, onde são atendidos mais de dois mil alunos em 29 unidades de ensino.

A escola municipal Nossa Senhora de Nazaré atende mais de 110 alunos, nos turnos matutino e vespertino. “Muitas vêm pela manhã sem tomar café e esperam de nós essa refeição. E trabalhamos com tranquilidade, porque mesmo distante da cidade nunca falta uma refeição para essas crianças”, destaca Filomena.

A unidade educacional também conta com uma horta do projeto “Plantando Sabores e Saberes”, que compõe a grade curricular com aulas participativas. Os legumes e verduras colhidos também integram os ingredientes da merenda.

Segundo o nutricionista e gerente de Controle de Qualidade da Divisão de Alimentação Escolar (DAE), da Semed, Helder Maia, cada realidade escolar possui um cardápio diferenciado. “A logística da área rural terrestre é diferente da área rural ribeirinha. Cada escola possui uma análise do cardápio que é produzido, principalmente o tempo que cada escola precisa se manter abastecida. Nisso se calcula a quantidade de alunos, a idade, os períodos de estudo, e ainda, se existem restrições”, explica.

A Central de Logística tem cinco mil metros quadrados, seis mil espaços para acomodação de mobiliário, equipamentos, eletrodomésticos, e todos os itens da merenda escolar. O espaço funciona no conceito de Cidade Inteligente, com robotização na manipulação, sistemas controlados para o abastecimento das escolas, o que permite identificar os níveis de abastecimento e de necessidade de cada uma delas.

Atualmente, a Prefeitura de Manaus possui 83 unidades de ensino na zona Rural de Manaus, sendo 35 na rodoviária e outras 48 na ribeirinha, que atendem, aproximadamente, 11 mil alunos e contam com 583 educadores. Dentre elas, duas trabalham com Educação Integral, sendo uma no Rio Negro (E. M. Profª.Dian Kelly do Nascimento Mota) e outra na BR-174 (E.M. Padre Calleri).

Texto – João Paulo Gonçalves / Semcom

Fotos – Marinho Ramos / Semcom

Publicações relacionadas

Em menos de um mês, Manaus ultrapassa 100 mortes violentas; número é maior entre todos os meses de 2019

Redação

Bolsonaro confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

Redação

Associação de catadores recebe uma tonelada de materiais recicláveis

Redação

Deixe uma resposta