Amazonas Destaques Manaus

Três novos juízes substitutos de carreira são empossados no Tribunal de Justiça do Amazonas

O Tribunal de Justiça do Amazonas empossou nesta segunda-feira (28) três novos juízes substitutos de carreira, que irão reforçar as atividades no interior do Estado. Eunilton Alves Peixoto, do Ceará; Nilo da Rocha Marinho Neto, do Piauí; e Michael Matos de Araújo, do Rio de Janeiro, foram empossados em cerimônia conduzida pela presidente da Corte, em exercício, desembargadora Carla Reis, e prestigiada por vários membros do Pleno; autoridades civis e militares, além de familiares e amigos dos novos magistrados. Em atenção ao protocolos de segurança recomendados para a prevenção à covid-19, a solenidade foi realizada de forma virtual, com transmissão pelo canal do TJAM no YouTube.

A abertura oficial da sessão foi realizada pela presidente do TJAM, em exercício, desembargadora Carla Reis. O juiz Eunilton Alves Peixoto, que fez o discurso de posse em nome dos novos juízes, destacou o momento de alegria por passarem a integrar o Tribunal de Justiça do Amazonas, e fez questão, também, de prestar solidariedade às vítimas da covid-19.
“Neste cargo de alta responsabilidade, teremos uma grande experiência de vida – pessoal e profissional – nas diversas regiões do Amazonas. No desempenho de nossas atribuições, com a atenção voltada ao atendimento do jurisdicionado, deveremos proporcionar distribuição de justiça, objetivando a pacificação social de conflitos”, comentou .

No discurso, o juiz citou nominalmente e agradeceu aos desembargadores que, na Presidência da Corte, viabilizaram a realização do concurso público e nomearam os aprovados: a desembargadora Maria das Graças Pessôa Figueiredo, gestão durante a qual foi lançado o edital do certame; o desembargador Flávio Pascarelli, que deu continuidade ao concurso e efetuou as primeiras nomeações dos aprovados; e os desembargadores Yedo Simões de Oliveira e Domingos Jorge Chalub Pereira, que deram sequência às nomeações. Citaram, ainda, o desembargador Cláudio César Ramalheira Roessing, que presidiu a comissão do concurso e a desembargadora Nélia Caminha Jorge, corregedora-geral de Justiça, também pelo empenho para as nomeações.

O presidente da Amazon, juiz Márcio Albuquerque, saudou os colegas empossados nesta segunda-feira. Parabenizou-os pela aprovação no concurso para a magistratura e disse ter certeza “que corresponderão ao dever que hoje solenemente assumem com a sociedade amazonense”.

Publicações relacionadas

Praia da Ponta Negra será fechada para banho a partir do dia 30 para Réveillon em Manaus

Redação

APA Móveis Uma empresa consciente

Redação

Procon notifica lojas a explicar aumento nos preços do cimento e tijolo em Manaus

Redação

Deixe uma resposta