Amazonas Destaques Manaus

Trabalhadores do setor de entretenimento protestam em Manaus para cobrar retorno de atividades

Trabalhadores do segmento de entretenimento protestaram em frente à sede da Prefeitura de Manaus, na manhã desta quinta-feira (24), cobrando a retomada das atividades do setor. O ato ocorreu no momento em que o Governo do Amazonas anunciava o fechamento de bares e balneários.

A medida do governo visa frear o avanço da Covid-19 no Amazonas, após um novo aumento de casos e internações. Em todo o estado, até esta quarta-feira (23), são mais de 133 mil casos confirmados.

Durante o protesto, o grupo de músicos, seguranças, técnicos de som e iluminação, montadores de estruturas de palco e outros profissionais da área reivindicaram o direito de voltar a trabalhar.

Durante a manifestação, seis representantes das categorias tiveram a solicitação de reunião atendida pela prefeitura. Segundo o presidente da Associação do Backstage Amazonas, Neto Smith, a categoria de entretenimento envolve cerca de 40 mil pessoas em todo o estado.

“Na Backstage tenho 2,5 mil pessoas sem trabalhar. Estamos sobrevivendo com lives, doações e ajuda de amigos”, afirmou.

Ato aconteceu na manhã desta quinta-feira (24). — Foto: Carolina Diniz/G1 AM

Ato aconteceu na manhã desta quinta-feira (24). — Foto: Carolina Diniz/G1 AM

Os representantes afirmaram que a proposta inclui a reabertura das casas de eventos, respeitando os protocolos de saúde com capacidade máxima de 40% ou 50% do público, além da flexibilização do horário, para que esses locais possam funcionar até as 4h da madrugada, e não meia noite, como ocorre hoje com bares e restaurantes.

A Prefeitura informou, por meio de nota, que, no encontro, foi reforçado que as fiscalizações sanitárias realizadas pelo município têm como meta cumprir determinações previstas em decreto estadual e reforçadas em novas medidas de restrição ao comércio anunciadas pelo Estado.

Os membros da comissão foram recebidos pelo secretário municipal extraordinário de Articulação Política, Luiz Alberto Carijó, que os ouviu, orientou e os encaminhou para resolução das pautas apresentadas. Carijó apresentou números que comprovam o aumento de casos e internações pela doença provocada pelo novo coronavírus e destacou que o município não é contrário às atividades realizadas pela categoria, mas é preciso seguir as recomendações sanitárias.

Os representantes foram encaminhados para uma reunião com o secretário Marcelo Magaldi e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a ser realizada na próxima semana, para orientação e formalização de propostas que se adequem às normas de controle e prevenção ao novo coronavírus.

Publicações relacionadas

Urgente: Desembargador derruba liminar e libera trabalhos da CPI da Pandemia

Redação

Método inovador de tratamento da Covid-19 utilizado no hospital de campanha chega ao interior do Estado

Redação

Levy Fidelix e Hamilton Mourão participarão da campanha dos principais candidatos do PRTB no Amazonas

Redação

Deixe uma resposta