Amazonas Destaques Manaus

Testamentos batem recorde no Estado

Manaus – O impacto das mais de 13 mil mortes causadas pela pandemia da Covid-19 no Amazonas segue alterando os hábitos das famílias. Tradicionalmente avessa a pensar sobre a sua própria morte, a pandemia fez com a população redobrasse sua preocupação com o tema. É o que apontam os números de janeiro a maio deste ano, que registraram o maior número de testamentos feitos pelos Cartórios de Notas do Amazonas na história neste período, atingindo a marca de 85 atos praticados.

De janeiro a maio, os cartórios do Amazonas registraram o maior número de testamentos para o período (Foto: Divulgação)

Os dados que constam na Central Nacional do Colégio Notarial do Brasil, demonstram o aumento de 107% em comparação com o mesmo período de 2020, que registrou 41 atos, e de 84% em relação aos cinco primeiros meses de 2019, no qual foram realizadas 46 lavraturas testamentárias.

Além de preservar a vontade do testador relativa a seu patrimônio e a seus desejos pessoais, o testamento tem se tornado um instrumento eficaz para realização de um planejamento patrimonial efetivo, evitando desavenças entre os herdeiros, otimizando a transmissão patrimonial e a gestão dos ativos familiares. O testamento pode ainda beneficiar terceiros não incluídos entre os herdeiros necessários, assegurar mais garantias no futuro ao cônjuge ou companheiro e até mesmo reconhecer um filho.

“Não há dúvidas de que a pandemia do novo coronavírus reformulou diversas práticas do cotidiano não só dos amazonenses, mas, também, da população mundial. Essa mudança chegou ao segmento dos cartórios, que viram aumentar a busca de testadores pelo planejamento familiar, com o intuito de garantir segurança patrimonial e evitar possíveis conflitos futuros”, disse o presidente da Associação dos Notários e Registradores do Amazonas (Anoreg/AM), Marcelo Lima Filho.

Testamento Online

Desde junho do ano passado, o ato também pode ser realizado de forma online, pela plataforma oficial e-Notariado. Para realizá-lo, o cidadão precisa de um Certificado Digital Notariado, emitido gratuitamente pelos Cartórios de Notas cadastrados, ou possuir um certificado padrão ICP-Brasil, o mesmo utilizado para envio do Imposto de Renda de Pessoa Física.

Com o certificado digital, o cidadão deve entrar em contato com o Cartório de Notas de sua preferência e solicitar o ato. Um link para a videoconferência será enviado para o e-mail indicado pelo usuário. Após a vídeo-chamada, na qual é realizada a identificação das pessoas e a coleta de sua vontade, o cidadão pode assinar seu documento pelo computador ou celular com um simples clique. O valor do ato online é o mesmo do praticado presencialmente em Cartório e obedece a uma tabela estadual fixa.

Publicações relacionadas

Presidente Josué Neto da Assembleia Legislativa do Amazonas faz live de sua filiação e e forte candidato a prefeitura de Manaus- VEJA VÍDEO

Redação

Seguem as buscas por policiais desaparecidos em Envira

Redação

Câmara aprova projeto com público prioritário para teste de covid-19

Redação

Deixe uma resposta