Amazonas Destaques Manaus

Temporal mostra deficiência da Amazonas Energia

Mulheres amazonenses criam plataforma digital

Tribunal Eleitoral abre canal para denúncias de violência contra mulheres

Tradição do Carnaval de Manaus fica para o próximo ano

Rateio das sobras do Fundeb gera confusão no interior do Amazonas

Marcelo Amil vai a São Paulo articular pré-candidatura ao Governo do Amazonas

Maestro conta em livro sua emoção em reger a Filarmônica do Amazonas

Recuo nas licenças de garimpo esvazia ações de dois partidos políticos

Por Cláudio Barboza e Solange Elias, com as editoras do Único

Faltam investimentos da Amazonas Energia

O temporal que caiu ontem (27) sobre Manaus expôs a falta de investimentos da empresa Amazonas Energia. Boa parte da cidade ficou sem energia desde a manhã até o começo desta madrugada de terça-feira (28). Se a Amazonas Energia fizesse investimentos necessários para ligações subterrâneas, os fortes ventos não atingiriam o sistema com tanta intensidade. Mas a empresa insiste nas ligações convencionais, limitando-se ao básico de troca de postes que estão lotados de fios de outros prestadores de serviço que utilizam a mesma alternativa.

Preço da energia muito além do serviço

Paga-se um custo de energia alto em Manaus e a prestação de serviços da Amazonas Energia é alvo de reclamações constantes. O apagão de ontem (27) é apenas mais um capítulo nessa relação onde o consumidor paga muito caro por uma prestação de serviços aquém das necessidades. De acordo com a própria empresa, 380 mil consumidores ficaram sem energia.

Sinal de alerta

Os ventos fortes em Manaus começaram a se tornar mais intensos nos últimos anos e tendem a aumentar. Uma das razões, pode ser a eliminação de áreas verdes que serviam como uma espécie de paredão reduzindo a força dos ventos.
De acordo com a Defesa Civil da capital, durante todo o dia de ontem foram registradas 34 ocorrências, a maioria por destelhamento, e logo em seguida árvores caídas, alagamentos, deslizamentos e queda de muro.

Mulheres de Manaus criam plataforma digital

Artistas mulheres amazonenses criaram o Sonoraplay, uma plataforma que mistura os conceitos de Netflix e Youtube, destinada a colocar no ar shows de artistas independentes, que garanta a monetização dos trabalhos de forma direta. Já gravou mais de 21 shows com artistas locais.

TRE-AM protege mulheres

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Wellington Araújo, criou um canal para mulheres vítimas de violência registrarem denúncias. A “Ouvidoria da Mulher” é uma sugestão do desembargador Kon Tsih Wang e vai receber e encaminhar reclamações para os órgãos internos e externos do Tribunal.


Carnaval sem Kamélia

O presidente do Olímpico Clube, Almério Botelho, resolveu oficialmente: a chegada da Kamélia que há 88 anos abre oficialmente o carnaval de Manaus , no dia 8 de janeiro, foi cancelada. Em comunicado oficial explicou: “vamos manter nosso compromisso com o Carnaval Manauara, mas o momento requer muita resignação, prudência, amor à vida e ao próximo, respeitando a ciência”, disse ele.

Fundeb agita interior

A questão do rateio das sobras dos recursos do Fundeb entre professores e servidores da Educação nos municípios do interior está alcançando altas temperaturas, com gente saindo no tapa por causa da falta de transparência dos prefeitos. Em vez de esclarecerem o que fizeram com os recursos do Fundeb e porque não há sobras para dividir entre os professores, os prefeitos se escondem atrás de notinhas emitidas pela Associação Amazonense dos Municípios e ignoram os pedidos de explicações.

Agressão em Humaitá

Em Humaitá, o professor Alemão Barroso, liderou uma manifestação em frente à Prefeitura e deu entrada em uma ação no Ministério Público pedindo informações. Ontem à tarde, ele foi agredido pelo vereador Valdeir Malta (PL) em praça pública e os dois trocaram socos e pernadas.
O prefeito Dedei Lobo (PSC) não gostou, mas disse que vai pagar, sem esclarecer quanto, nem quando. E já começa outro round para saber qual será o valor.

Amil articula com a direção nacional


O pré-candidato ao Governo do Amazonas, Marcelo Amil, se reuniu com o dirigente nacional do Partido Socialismo e Liberdade (PSol), no Hotel San Raphael, em São Paulo (SP), Francis Mendes, de quem recebeu elogios: “Foi um ótimo encontro com o nosso pré-candidato ao Governo do Amazonas onde conversamos sobre as perspectivas e construção do PSol em 2022 para enfrentar a política tradicional do Estado. Discutimos o cenário no Amazonas e iniciamos a discussão de uma agenda para a militância local”, disse o dirigente.

Maestro lança livro

O maestro Júlio Medaglia, criador da Orquestra Filarmônica do Amazonas, lançou o livro de crônicas “Atrás da pauta – Histórias da Música” em que conta, em 178 textos, sua trajetória pelo mundo da música brasileira, pela qual é apaixonado. Medaglia descreve também sua emoção ao reger pela primeira vez a orquestra amazonense, no Teatro Amazonas.

Garimpo em terras indígenas

A pressão do Ministério Público Federal do Amazonas sobre as 21 autorizações de garimpo em terras indígenas, em São Gabriel da Cachoeira, surtiu efeito e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), comandado pelo general Augusto Heleno, revogou as licenças concedidas, esvaziando também duas ações movidas pelos partidos Rede Sustentabilidade e Partido Verde.

Publicações relacionadas

Dupla é presa por roubo e adulteração de veículos na zona Leste de Manaus

Redação

Estado gastou 42,5% a menos com combustíveis em outubro

Redação

Militares das Forças Armadas realizam descontaminação de enfermaria e ambulâncias no HPS 28 de Agosto

Redação

Deixe um comentário