Amazonas Manaus Polícial

Suspeita de mandar matar padrasto que a estuprou durante 10 anos é absolvida

Uma mulher de 30 anos suspeita de mandar matar o padrasto que a estuprou durante 10 anos em Boa Vista, Roraima, foi absolvida pela segunda vez da acusação. A vítima, que atualmente é advogada e possui uma filha, denunciou os estupros diários sofridos dos 6 aos 16 anos. 

De acordo com o processo, a mulher foi assistida pela Defensoria Pública de Roraima (DPE-RR). De acordo com a ação, o padrasto foi morto com golpes de terçado pelo namorado da mulher na época com a ajuda de amigos, em setembro de 2011.

Conforme o processo, a mulher e o namorado foram acusados de serem os mandantes do homicídio, entretanto, eles foram inocentados da acusação. Durante plenário do júri popular no último dia 2 de junho, o defensor público José Roceliton sustentou que a ré havia denunciado à polícia e para a mãe dela, anos antes do assassinato, sobre estupros diários que sofreu dos 6 aos 16 anos e apontou o padrasto como autor dos abusos. Porém, nenhuma providência havia sido tomada à época ou depois.

Ainda segundo a DPE-RR, o defensor afirmou que “o Estado, ao se omitir nos cuidados com a ré, vítima de estupro desde criança, e não punindo o abusador, agora vítima, foi o grande responsável pelo crime, pois nada disso teria acontecido desta forma se a lei tivesse sido cumprida”. 

No dia do crime, a mulher havia pedido para que o namorado a buscasse na faculdade, pois o padrasto estava rondando o local em uma motocicleta e a perseguindo. Em seguida, o namorado da mulher a buscou em um carro, atropelou o padrasto dela, saiu do veículo e matou o homem com a ajuda de um amigo. Desta forma, a defesa salientou que “a ré não poderia ter premeditado o crime, apesar de estar no carro quando ocorreu o episódio fatal”.

Publicações relacionadas

Manaus Moderna tem obra de revitalização

Redação

Prefeito David Almeida e governador Wilson Lima dão continuidade às vistorias das obras do “Asfalta Manaus” nesta terça-feira Prefeitura de Manaus

Redação

Tribunal de Contas fará inspeção extraordinária na Casa Militar do Governo do Amazonas

Redação

Deixe um comentário