Amazonas Manaus

Supervisor mata funcionário que parou para tomar café durante expediente; vídeo

Um supervisor é suspeito de matar o funcionário Marcelo Camilo, 36, durante o expediente nesta segunda-feira (6), em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo a polícia, o crime aconteceu após a vítima ter parado para tomar um café fora do horário determinado. 

De acordo com informações da polícia, o suspeito era supervisor de Marcelo e usou um objeto cortante para furar duas vezes o coração da vítima. Após cometer o crime, o homem fugiu do local e segue como foragido da polícia. Um vídeo mostra o momento em que ambos discutem e em seguida Camilo sai da sala já ferido e com as mãos no peito. Posteriormente, outros trabalhadores vão em direção ao homem para prestar socorro. 

A vítima foi socorrida para o Hospital da Unimed de São Leopoldo onde morreu depois de sofrer três paradas cardíacas. 

Segundo o delegado André Serrão, da delegacia de São Leopoldo, o suspeito de matar o funcionário teria determinado um horário específico para os trabalhadores tomarem café, entretanto, Marcelo teria tirado o intervalo em um horário fora do que estava estipulado, o que deu início a uma discussão. Neste momento, o supervisor teria usado um objeto cortante para furar o peito do funcionário. 

Até o momento, a polícia investiga se este objeto usado para matar o trabalhador seria um instrumento de trabalho ou se pertencia ao suspeito.

Publicações relacionadas

Prefeitura de Manaus reabre Centros de Atendimento ao Turista (CATs) do Centro Histórico e do Complexo Turístico Ponta Negra

Redação

Ao invés de combater fraudes na secretaria de Saúde, Anoar Samad beneficia fraudadores

Redação

Homem é executado a tiros enquanto soltava pipa com o filho, no Tarumã

Redação

Deixe um comentário