Amazonas Destaques Manaus

Sucuri é flagrada tentando engolir jacaré em condomínio de Manaus

Uma sucuri foi flagrada tentando engolir um jacaré na área de um condomínio do bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. O registro foi feito no dia 7 deste mês.

Dernando Reis, morador do condomínio, contou ao G1 que estava entrando no local, no final da tarde, quando se deparou com a Sucuri já estendida e sendo preparada pelos moradores para libertá-la em uma área de mata.

Os vídeos mostram que a sucuri estava em uma área de igarapé enrolada no jacaré. Os moradores conseguiram puxar os animais com uma corda para a área externa do condomínio.

A cobra se soltou do jacaré após intervenção dos moradores. Conforme Gerson Frota, morador do condomínio que acompanhou a situação inusitada, os dois animais retornaram à área de mata de onde surgiram após o registro.

Moradores fizeram registros de cobra sucuri encontrada em condomínio de Manaus. — Foto: Divulgação

Moradores fizeram registros de cobra sucuri encontrada em condomínio de Manaus. — Foto: Divulgação

Sucuri foi encontrada por moradores de condomínio em Manaus. — Foto: Divulgação

Sucuri foi encontrada por moradores de condomínio em Manaus. — Foto: Divulgação

Sucuris podem chegar a 8 metros de comprimento

Em toda a Amazônia brasileira, existem 189 espécies de cobras registradas oficialmente pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), até 2017. A sucuri (Eunectes murinus) é a maior é a maior espécie de cobra da Amazônia, segundo a bióloga Luciana Frazão.

Segundo a bióloga, o animal pode chegar a até 8 metros de comprimento, mas apenas em casos raros. A média de tamanho dos animais dessa espécie é de 3 a 4 metros de comprimento.

“As sucuris estão mais relacionadas à ambientes aquáticos. São bichos aquáticos, tanto é que elas estão adaptadas à isso. As narinas e os olhos são mais voltados para cima, para que o bicho possa ficar totalmente submerso, só com os olhos e narinas para fora da água para quando ele estiver buscando presas”, explicou Frazão.

Outros registros

Em 2017, uma “selfie” feita pelo autônomo Carlos Andrade, de 22 anos, viralizou em uma rede social. No registro, o autônomo aparece com uma sucuri ao lado, ao nadar no Rio Nhamundá, que banha o município de mesmo nome, a 375 Km de Manaus (AM), e é um dos afluentes do Rio Amazonas.

Imagem postada por Carlos no Facebook — Foto: Reprodução

Imagem postada por Carlos no Facebook — Foto: Reprodução

O autônomo contou que não se assustou com a situação e se aproximou do animal para fazer o registro. “[Minha família] tem um sítio na cabeceira do rio. Vi a cobra e fiquei assustado, porque temos muitos animais. Mas ela não estava se mexendo. Entrei na água e peguei o celular para fazer a foto”, relatou.

Mesmo com a aproximação de Carlos, ele contou que o animal não avançou ao perceber a presença dele na água. “Na verdade, ela foi se afastando à medida que eu entrava no rio. Ela parecia ter algo na barriga. Por isso não se mexia. Tirei a foto e saí da água. Depois, já não a vi mais”, acrescentou

Em Manaus, uma sucuri parou o trânsito da Avenida Djalma Batista – uma das maiores e mais movimentadas avenidas da cidade – no dia 29 de janeiro deste ano. Na ocasião, vídeos registraram o momento em que carros e ônibus precisaram parar até que a cobra, de cerca de cinco metros, que tentava atravessar a via, fosse resgatada.1.00

Sucuri é resgatada por homens após ‘atravessar rua’ em Manaus — Foto: Reprodução

Em vídeos, que circularam em redes sociais, a sucuri aparece em meio aos veículos que trafegam pela via. Em uma das imagens, o homem que filma chega a comentar, em tom de brincadeira: “Só Manaus mesmo pra parar o trânsito em plena Djalma Batista por causa de uma sucuri”.

Publicações relacionadas

Caixa paga hoje abono salarial para nascidos em setembro

Redação

Polícia Federal faz operação contra fraudes nos Correios

Redação

Amazonas completa um mês de Coronavírus

Redação

Deixe uma resposta