Brasil Destaques

STF abre inquérito para investigar declarações de Moro, e como disse o presidente, ele terá que provar

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu hoje (27) abrir inquérito para investigar as declarações feitas pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, que pediu demissão do cargo e fez acusações contra o presidente Jair Bolsonaro. 

A decisão do ministro atendeu a um pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, na semana passada. Com a abertura da investigação, uma das primeiras medidas será a convocação de Moro para prestar depoimento e entregar eventuais provas de suposta interferência na Policia Federal (PF). 

Na sexta-feira (24), durante pronunciamento, Bolsonaro negou que tenha pedido para o então ministro interferir em investigações da PF.  

Publicações relacionadas

Após telefone ser rastreado, mulher é presa suspeita de receptação em Manaus

Redação

Hospitais de Manaus registram menor taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 desde colapso no sistema

Redação

Após ataque hacker, sistemas do STJ começam ser restabelecidos

Redação

Deixe uma resposta