Brasil Destaques

STF abre inquérito para investigar declarações de Moro, e como disse o presidente, ele terá que provar

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu hoje (27) abrir inquérito para investigar as declarações feitas pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, que pediu demissão do cargo e fez acusações contra o presidente Jair Bolsonaro. 

A decisão do ministro atendeu a um pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, na semana passada. Com a abertura da investigação, uma das primeiras medidas será a convocação de Moro para prestar depoimento e entregar eventuais provas de suposta interferência na Policia Federal (PF). 

Na sexta-feira (24), durante pronunciamento, Bolsonaro negou que tenha pedido para o então ministro interferir em investigações da PF.  

Publicações relacionadas

Retorno de Jair Bolsonaro a Manaus gera expectativas

Redação

‘O Brasil sem a Amazônia não tem futuro’, afirma Arthur Virgílio em evento sobre desenvolvimento sustentável

Redação

Rede de drenagem na Lourenço da Silva Braga, Centro de Manaus, cede após subida do rio Negro

Redação