Amazonas Destaques Manaus

Servidores de Manaus poderão adiar pagamento de empréstimos por 3 meses

MANAUS – Servidores municipais de Manaus poderão solicitar a suspensão das parcelas de empréstimos consignados na folha de pagamento por até três meses e essas parcelas deverão ser pagas no final do contrato, conforme o Decreto nº 4.823/2020, publicado no DOM (Diário Oficial do Município), na edição de segunda-feira, 12.

O decreto, assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), faculta a suspensão dos descontos das parcelas de empréstimos aos servidores públicos efetivos, comissionados, temporários, celetistas, inativos e pensionistas da prefeitura, em razão da pandemia da Covid-19.

De acordo com o decreto, a suspensão depende de requerimento administrativo apresentado à instituição financeira na qual tenha firmado o contrato de empréstimo.

Ainda conforme o decreto, o servidor público que solicitar o adiamento das parcelas deverá “se responsabilizar pelos encargos financeiros incidentes sobre a operação” decorrente da aplicação do decreto.

As instituições financeiras conveniadas devem fornecer todas as informações necessárias sobre os encargos financeiros incidentes sobre as operações de crédito.

Publicações relacionadas

Manaus dobra capacidade de armazenamento do seu datacenter com investimento em tecnologia hiperconvergente

Redação

Desembargador do TJAM suspende atos da CPI da Saúde na ALE

Redação

Na fase laranja, Amazonas ultrapassa 339 mil casos de Covid-19

Redação

Deixe uma resposta