Amazonas Destaques Manaus

Sem licitar, Seduc faz contratos de R$23 milhões

O assunto foi destaque ontem no programa AMAZONAS DIÁRIO, do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), transmitido pela RECORD NEWS MANAUS apresentado por Renê Marcelo. O programa é transmitido a partir das 17h pelo canal 27.1, na TV aberta e 78 na NET.

De acordo com o portal da Transparência, apenas para alugar imóvel, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) contratou R$ 656.751,96 com João Plácido Dodô referente a aluguel de imóvel de sua propriedade para acomodar as instalações físicas e administrativas da sub-unidade do Colégio Militar da Polícia Militar na Rua Afonso Pena no Centro de Manaus.

Outro contrato que chama atenção refere-se à compra de 87.177 livros da obra ‘Planeta em Harmonia’, distribuída a estudantes do 3° ao 5° ano do Ensino Fundamental Anos Iniciais e 6° ano do Ensino Fundamental Anos Finais, nas Escolas Estaduais da Rede Pública de Ensino do Amazonas, da empresa Premium da Amazônia Ltda.

O procedimento licitatório para compra dos livros foi impossibilitado de competir colocando a empresa vencedora como exclusiva para o fornecimento das obras. O valor total assinado por Luís Fabian em maio deste ano foi de R$ 2.092.248,00.

Contratos
Na última terça-feira, 12, o GDC divulgou reportagem informando que, apenas neste ano, Luís Fabian Barbosa – o ‘cara do governo’ Wilson Lima e atual secretário de Articulação Política do governo do Estado – firmou mais de R$ 400 milhões em contratos na pandemia quando comandou a Secretário de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc).

Os gastos de Fabian na gestão da Seduc foram realizados para o pagamento de vários tipos de serviços e aquisição de materiais. Para se ter ideia do montante gasto pelo ex-secretário, um comparativo com as despesas de outras cidades, o município de Tefé, que possui 60 mil habitantes, tem uma receita anual de R$ 55 milhões.

‘O cara do governo’ conduziu contratos milionários no período em que esteve na pasta. Somente com alimentação durante a pandemia foram mais de R$ 26 milhões.

Fonte: D24am. Leia mais em https://d24am.com/politica/sem-licitar-seduc-faz-contratos-de-r23-milhoes/

Publicações relacionadas

WhatsApp deve fazer mudança nas mensagens temporárias

Redação

Emendas para saúde marcam mandato do presidente Roberto Cidade no primeiro semestre de 2021

Redação

Prefeitura realiza primeiro ‘Colóquio da Cultura Digital na Educação Infantil’

Redação