Amazonas Destaques Manaus

São Paulo no ataque contra a Zona Franca de Manaus, Fiesp quer limitar produção das empresas da ZFM

Governo libera funcionamento de bares e casas de show em Manaus mas sem uso da pista de dança

Dois debates pela TV nesta quinta-feira (26) dão o tom da campanha para prefeito em Manaus

Banco da Alemanha libera R$ 163 milhões para manter a floresta da Amazônia em pé

Defensoria Pública ainda não desistiu de barrar reajustes na conta de energia e entrou com ação na justiça

Desde janeiro deste ano o Ministério da Economia baixou uma portaria (Portaria Interministerial 4/20), estabelecendo o Processo Produtivo Básico (PPB) para fabricação de lâmpadas de LED (light-emitting diode) no Polo Industrial de Manaus. Mas o PPB nem saiu do papel e já enfrenta oposição dentro da Câmara dos Deputados. O deputado paulista Carlos Zarattini (PT) apresentou um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 338/20 para suspender a dita portaria. Diz Zarattini que a Associação Brasileira da Indústria da Iluminação (Abilux) e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) realizaram estudos e concluíram que a fabricação de lâmpadas na ZFM vai causar “desequilíbrios inter-regionais” e quer evitar prejuízos a indústrias instaladas em outras regiões.

Tramitação nas comissões


A proposta de Zarattini está sendo analisada pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário.

Bares e Casas de Show vão reabrir

O Governo Wilson Lima confirmou para a próxima terça-feira (01/12) a reabertura de bares e casas de show. Conforme a definição do governo, o horário de funcionamento será até 1 hora da madrugada e o número de frequentadores deverá ser 50% da capacidade do espaço. As pistas de dança não poderão ser utilizadas e os procedimentos, como uso de máscara e higienização dos locais, devem ser mantido.

Debates na TV

Dois debates entre Amazonino Mendes e David Almeida estão agendados para esta quinta-feira (26). O primeiro às 12h20 na TV Record Manaus e o segundo na TV A Crítica, às 20h30. Na sexta-feira (27) está programado o último debate, a ser realizado na TV Amazonas, após a novela das 20 horas.

Banco Alemão investe na preservação da floresta

O governo federal fechou, na terça-feira (24) um acordo com o banco estatal alemão Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW), que vai doar até 25,5 milhões de euros para serem aplicados no programa “Inovação nas Cadeias Produtivas da Agropecuária para a Conservação Florestal na Amazônia Legal”. Na prática, serão R$ 163 milhões a serem investidos em práticas sustentáveis no agronegócio estabelecido nos nove estados da Amazônia Legal. Isso significa mais recursos para as cadeias produtivas de carne, soja e madeira na Amazônia, supostamente desde que cumpram critérios de proteção ambiental.

Contra o aumento da energia

O consumidor está pagando, mas ainda não terminou a novela do reajuste da tarifa de energia elétrica do Amazonas, que começou a ser cobrado em 1 de novembro. A Defensoria Pública do Estado do Amazonas entrou com uma ação na Justiça para tentar barrar o aumento do preço de energia elétrica e desde o dia 10 aguarda a decisão judicial.
A Defensoria pretende impedir o aumento pelo menos enquanto durar a pandemia.

Reajuste está nas contas

Só pra lembrar, a Aneel autorizou o aumento do valor da tarifa de energia em 27 de outubro, durante reunião pública virtual. Os índices de reajuste foram fixados em 4,47% para baixa tensão (residencial) e 7,12% para alta tensão (indústrias), numa média de 5,31% para os consumidores em geral.

Prazo de vencimento

O Governo Federal tem cerca de 7 milhões de testes para diagnóstico da Covid-19 que vão perder a validade entre dezembro de 2020 e março de 2021 e está sendo pressionado pela Câmara dos Deputados para explicar como vão fazer para usar todo esse material antes do prazo de vencimento. Deputados federais realizaram uma Audiência Pública e deram 15 dias para que o Ministério da Saúde, via Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), diga o que será feito dos testes tipo PCR.

Agronegócio sustentável?

O governo federal fechou, na terça-feira 924) um acordo com o banco estatal alemão Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW), que vai doar até 25,5 milhões de euros para serem aplicados no programa “Inovação nas Cadeias Produtivas da Agropecuária para a Conservação Florestal na Amazônia Legal”. Serão R$ 163 milhões para serem investidos em práticas sustentáveis no agronegócio estabelecido nos nove estados da Amazônia Legal. Isso significa mais recursos para as cadeias produtivas de carne, soja e madeira na Amazônia, supostamente desde que cumpram critérios de proteção ambiental.

Clima de Natal
As galerias populares – os antigos camelódromos – administrados pela Prefeitura de Manaus começaram a receber luzes e guirlandas típicas da decoração natalina. Os clientes das galerias Espírito Santo e dos Remédios, no Centro, zona Sul, e do shopping Phelippe Daou, no bairro Jorge Teixeira, zona Leste, podem conferir a decoração. A prefeitura divulgou que vai montar grandes árvores, decorar as ruas, avenidas e complexos viários da cidade com ornatos natalinos iluminados em forma de laços, caixas de presentes, sinos, estrelas e anjos

Publicações relacionadas

Procon Manaus notifica blocos do Vieiralves e Parque 10 por falta de segurança

Redação

Em carta, Carlos Almeida pede a Wilson sua exoneração da Casa Civil

Redação

Urgente: Marcelo Freixo do PSOL chama de assassinos os cabeleireiros, barbeiros e donos de academias e diz que eles matarão milhões de brasileiros ao voltar ao trabalho, veja

Redação

Deixe uma resposta