Amazonas Brasil Manaus

Saiba o que motivou irmãos a matarem de forma cruel jornalista Dom Phillips e indigenista Bruno Pereira

Amazonas – Na manhã desta quarta-feira (15), os irmãos Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos, de 41 anos, e Amarildo da Costa Pereira, conhecido como Pelado, confessaram terem assassinado o jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira no dia 5 de junho.

De acordo com o depoimento de Oseney à Polícia Federal, ele o irmão teriam sido fotografados por Dom Phillips enquanto praticavam uma pesca ilegal. O jornalista e o indigenista teriam alertado os irmãos de que eles estavam cometendo um crime, e neste momento acabaram sendo rendidos e levados para uma vala, onde foram mortos e tiveram os corpos esquartejados e incendiados na terra indígena do Vale do Javari, na Amazônia.

Após a confissão, Osoney acompanhou agentes da PF para mostrar o local exato onde os membros do jornalista e indigenista estão enterrados.  No entanto, também há a suspeita de participação de outras pessoas nas mortes de Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira.

A Polícia Federal deve dar uma coletiva ainda nesta quarta-feira para dar encerramento ao caso.

Publicações relacionadas

Família denuncia homem por instalar câmera em banheiro de casa para vigiar moradores no ES

Redação

Assembleia Legislativa faz entrega de 12 toneladas de alimentos para instituições filantrópicas

Redação

Obras do ‘Asfalta Manaus’ avançam nos bairros Japiim e Coroado

Redação

Deixe um comentário