Brasil Famosos

Rodrigo Mussi revela como está sendo sua recuperação

Rodrigo Mussi relembrou sobre os últimos três meses, toda recuperação após o acidente de carro, em março deste ano. No “Mais Você“, desta quinta-feira (23), o ex-BBB comemorou a recuperação após passar meses no hospital e revelou quantos kg perdeu nesse período. Além disso, ele também contou sobre as últimas semanas que recebeu alta e revelou quais atividades os médicos permitem e quais cuidados tem que ter para se proteger.


Após o acidente, Rodrigo ficou com uma cicatriz na testa devido ao traumatismo craniano que sofreu. “É uma marca que mudou minha vida por completo. O acidente mudou demais, a recuperação ainda vai ser um tempo até emocionou, mas essa marca vou carregar como uma vitória“, disse.


Ele contou que não se lembra do acidente. “Eu só lembro do momento entrando no carro. Não lembro da avenida, não lembro do acidente. Não tem como eu voltar atrás, não tem como mudar, mas tem como eu fazer algo na frente para tentar recuperação e, talvez, tocar as pessoas“, ressaltou.

Por outro lado, o ex-BBB também reforçou a importância do cinto de segurança, que não estava usando na hora da batida. “Uma forma de segurança. A gente tá acostumado no dia a dia, mas não damos a mínima para pequenos detalhes que podem salvar a nossa vida“, ressaltou.

📸:Reprodução/Internet

Dessa forma, ele contou sobre a recuperação. “O que aconteceu foi quando o cérebro é atingido, do coma ninguém sabia como eu ia acordar. Se falaria ou não, se andaria“, revelou. “E a recuperação foi muito rápida, surpreendeu até o clínico e eu sou muito grato pelo corpo clínico que me tratou com muito carinho. Eu cheguei sem imagem nenhuma e ninguém sabia quem eu era, descobriram horas depois“, acrescentou.

“Vai fazer três meses (do acidente). Perdi 30kg, mas já recuperei cerca de 15kg“, disse.

Apesar de tudo isso, agora ele está se recuperando há três semanas de alta do hospital. “Tô andando normal, fazendo algumas coisas no dia a dia. A maior recuperação depois de um traumatismo craniano é o emocional“, contou.

“Eu queria ir para a academia, andar de bicicleta. Aos poucos eles estão me soltando, mas reforçam o cuidado com a cabeça. Não posso ainda”, disse.

Via:PopLine



 


Publicações relacionadas

Entenda como a previsão do tempo é afetada pela covid-19

Redação

Cesta básica supera salário mínimo e tem alta de 1,36%

Redação

Casal é detido por roubo a estabelecimento comercial na zona leste

Redação

Deixe um comentário