Amazonas Destaques Manaus

Receita Federal em Manaus apreende R$ 1,3 milhão em mercadorias e 44 kg em drogas ilícitas

Receita Federal em Manaus apreende R$ 1,3 milhão em mercadorias e 44 kg em drogas ilícitas — Foto: Divulgação/Receita Federal

Receita Federal em Manaus apreende R$ 1,3 milhão em mercadorias e 44 kg em drogas ilícitas — Foto: Divulgação/Receita Federal

Em janeiro, a Alfândega do Porto de Manaus reteve R$ 1.3 milhão em mercadorias e apreendeu 44 kg de drogas ilícitas. As principais operações de combate ao contrabando e tráfico de drogas ocorreram no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos correios de Manaus e no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

As operações foram realizadas pelo Serviço de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP).

No primeiro mês de 2020 o SEREP já reteve R$ 1,3 milhão em eletroeletrônicos sendo aparelhos de telefonia móvel e aparelhos para jogos eletrônicos os produtos mais encontrados nas operações.

As Equipes da vigilância e repressão também apreenderam alguns quilos de ouro, com a suspeita de serem provenientes de garimpos ilegais. O resultado com apreensão de mercadorias alcançado pela Alfândega do Porto de Manaus durante o ano de 2019 foi de R$ 9.26 milhões, com destaque para R$ 1,06 milhão em eletroeletrônicos, R$ 204,87 mil em pneus e R$ 224 mil cigarros.

As primeiras operações de combate ao tráfico de drogas do SEREP, no ano de 2020, resultaram na apreensão de 36 kg de cocaína, 7,7 kg de skunk, 605 unidades de ecstasy, 57 g de haxixe, 17 g de MDMA e na prisão de 3 pessoas por tráfico de drogas e crime de usurpação de bem público. Durante 2019 a unidade da Receita Federal em Manaus apreendeu, 3.7 toneladas de drogas ilícitas, sendo os maiores volumes em skunk, 3.3 toneladas, e cocaína, 260 kg.

O delegado da Alfândega do Porto de Manaus, auditor-fiscal, José Alves Dias declara que o trabalho de combate ao contrabando e descaminho continuará sendo realizado nos portos, aeroportos e correios no estado do Amazonas, utilizando cada vez mais procedimentos de análise de risco e equipamentos de verificação não invasivos, como escâneres e cão de faro.

Publicações relacionadas

HPS Delphina Aziz terá 15 novos leitos de UTI ativos a partir deste domingo, diz governo

Redação

Envolvida na Operação Maus Caninhos Nejmi Aziz não assumira Vaga de Ricardo Nicolau

Redação

Governador Wilson Lima anuncia início da contratação direta de técnicos de enfermagem

Redação

Deixe uma resposta