Amazonas Destaques Manaus

Quatro suspeitos de envolvimento em morte de PMs são presos em Nova Olinda do Norte, no AM

Quatro pessoas foram presas, nesta segunda-feira (17), durante uma operação policial no município de Nova Olinda do Norte, a 134 Km de Manaus. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), o grupo é suspeito de envolvimento no duplo homicídio de policiais militares, no Rio Abacaxis, em 3 de agosto.

Polícia Federal investiga denúncias de tortura após ribeirinhos relatarem agressões e abusos em meio a onde de violência causada pelo conflito entre policiais e traficantes. Ao menos 8 pessoas foram assassinadas na região nas últimas semanas, incluindo os policiais.

De acordo com a SSP, entre os presos estão três irmãs de um homem apontado nas investigações como líder de uma organização criminosa local, que pratica crimes como tráfico de drogas, homicídio, ameaça e crimes ambientais. Todas as mulheres, segundo a SSP, já tinham sido presas por tráfico de drogas.

O outro preso é o presidente da Associação Nova Esperança do Rio Abacaxis (Anera), conforme a SSP. Segundo investigações, ele comandava abordagem armada às embarcações locais e, no dia do duplo homicídio, repassou informações sobre os policiais para o suposto líder na organização criminosa. O G1 tenta contato com a Anera para obter um posicionamento da Anera.

Ainda segundo a secretaria, a Advocacia-Geral da União já havia se manifestado considerando ser ilegal a prática das fiscalizações clandestinas realizadas pela associação, apontando inclusive a presença ilícita de pessoas armadas.

Um mês antes da operação, conforme as investigações, a organização criminosa assassinou com 16 facadas o filho de um cacique Maraguá. A região reivindicada pelos povos indígenas vinha sendo invadida pelos criminosos, que ameaçavam moradores locais e viam a livre circulação no rio como uma ameaça ao tráfico de drogas.

A polícia iniciou uma operação no município logo após o secretário de Governo do Estado, Saulo Moyses Costa, ter sido baleado enquanto pescava, no fim do mês de junho. Em seguida, a SSP-AM montou uma operação contra uma suposta organização criminosa ligada ao tráfico de drogas.

Segundo o governo, o bando é suspeito de atos violentos, com ações de tráfico de entorpecentes, extração ilegal de madeira e minério, além de pirataria. De acordo com a SSP, até esta segunda-feira (17), 15 pessoas já foram presas; 13 armas de fogo foram apreendidas; e quatro plantações de maconha foram destruídas.

Reforço policial

Com a morte do PMs, equipes foram enviadas para Nova Olinda do Norte para a segurança da cidade e, também, localizar os autores do ataque que resultou nas mortes dos servidores. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte também embarcou para o município.

Após o início da operação, a Secretaria informou sobre a morte de um outro homem durante um confronto entre a polícia, no dia 5 de agosto. Conforme investigações da Polícia Federal, a vítima é Eligelson Guerra, de 20 anos. Segundo moradores da região, ele estava desarmado, era pescador e não tinha ficha criminal.

Polícia Federal enviou equipes a Nova Olinda do Norte. — Foto: Divulgação

Polícia Federal enviou equipes a Nova Olinda do Norte. — Foto: Divulgação

O indígena Josimar Moraes da Silva também foi encontrado morto no mesmo Rio Abacaxis, no dia 7 de agosto.

No dia 11, equipes da Polícia Federal – enviadas ao local após determinação judicial – encontraram os corpos de três ribeirinhos. Segundo familiares, os corpos eram do casal Anderson Monteiro e Vanderlania Araújo e do adolescente Matheus Araujo, de 16. Eles estavam desaparecidos há 10 dias. Uma quarta pessoa que estava com o trio está desaparecida.

Prisões

Desde o início da operação, além das prisões dessas quatro pessoas, o Governo informou que a ação na cidade já resultou na prisão de 11 pessoas – subindo o total para 15. Foram apreendidas também 13 armas de fogo e a localizadas quatro plantações de maconha.

Polícias investigam violência e tráfico de drogas em Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas. — Foto: Divulgação/SSP-AM

Polícias investigam violência e tráfico de drogas em Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas. — Foto: Divulgação/SSP-AM

No dia 12 de agosto, durante a operação, foram presas duas mulheres e um homem, apontado como familiares de um traficante local, suspeito de comandar o bando criminoso que atua na região e suspeito de homicídios que ocorreram nos últimos dias, incluindo a morte de dois policiais.

A SSP diz que a primeira presa foi uma mulher, que confessou estar levando armas e munições para o bando criminoso que está escondido na mata. Na ação, uma mulher e duas crianças se feriram e foram transferidas para atendimento hospitalar em Manaus. Não há informações sobre o estado de saúde deles.

Publicações relacionadas

Ufam define volta das aulas no dia 8 de setembro de forma on line

Redação

Há 5 anos o empresário Marcelo Generoso e sua família realizam o projeto social ‘Heróis nos Hospitais’, todo ano na época do dia das Crianças e no Natal.

Redação

Reunião entre defensoria, motoristas e empresas debate segurança em transporte por aplicativos em Manaus

Redação

Deixe uma resposta