Amazonas Destaques Manaus

Projetos aprovados na Câmara Municipal deram prioridade ao enfrentamento do Covid-19

Os vereadores da Câmara Municipal de Manaus apresentaram mais de 70 Projetos de Leis (PL), relacionadas ao combate e controle da pandemia causada pelo novo coronavírus, durante os meses de abril e maio. Os dados correspondem ao período em que a cidade de Manaus esteve entre as cinco capitais com maior incidência de casos da doença, em todo o país.

Segundo o presidente da casa, Joelson Silva (Patriota), o esforço dos parlamentares e de toda a equipe técnica, foram importantes no processo.

Neste domingo (21), Joelson comentou os números e também ressaltou a utilização do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), que foi implantado no fim do ano passado, fruto de uma parceria da Câmara com o Senado Federal, como ferramenta fundamental na agilização de tudo o que foi tramitado, nos meses de abril e maio.

“Tudo isso representa o esforço que esta Casa tem feito para combater esse mal que assola o mundo. Significa a transparência e o compromisso de todos os vereadores com a causa. Vários parlamentares foram acometidos ou tiveram alguém da família infectado pelo vírus, mesmo assim não pararam de produzir matérias importantes, de interesse geral. Trabalhamos em sintonia com os demais poderes, e fizemos o melhor pela população da nossa cidade”, disse Joelson Silva.

9 milhões aplicados no enfrentamento ao Covid-19

O presidente destacou que R$ 9 milhões foram disponibilizados pela Câmara de Manaus, através do remanejamento de emendas impositivas, para o combate e controle da pandemia na capital do Amazonas. O valor foi repassado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para ser usado na contratação de profissionais especializados, aquisição de produtos hospitalares e equipamentos de proteção individual.

Recesso suspenso

O Projeto de Resolução (PR) 005/2020, de autoria da Mesa Diretora, suspendeu o recesso parlamentar, previsto para ocorrer no período de 26 de junho a 9 de julho de 2020. O objetivo é dar continuidade aos trabalhos de enfrentamento à pandemia, em apoio a outros órgãos municipais e estaduais.

Projetos preventivos

Os vereadores também apresentaram projetos que obrigam estabelecimentos comerciais a fornecer máscaras e álcool em gel para que os funcionários possam se proteger e também garantir a proteção de quem frequenta o local. Outro projeto obriga os estabelecimentos públicos e privados e realizar processos de sanitização de todos os ambientes onde há circulação de pessoas, além de projeto que propõe a concessão de auxílio financeiro para profissionais da área de cultura, entre outros.

Publicações relacionadas

Fase final da pandemia deve iniciar após 21 de junho no AM, projetam especialistas

Redação

SAÚDE ENTROU EM COLAPSO POR INCOPETÊNCIA DO GOVERNO WILSON LIMA, SAIBA A VERDADE DOA FATOS, VEJA O DESABAFO DO DEPUTADO RICARDO NICOLAU, VEJA TAMBÉM O CURRÍCULUM DA NOVA SECRETARIA.

Redação

Xerox desiste de comprar a HP por causa do novo Coronavírus

Redação

Deixe uma resposta