Sem categoria

PROJETO MIRABOLANTE DE DURANGO DUARTE PRETENDE TRANSFORMAR A SUSAM EM SES

O empresário e publicitário Durango Duarte está concluindo um projeto mirabolante – do estilo Cidade Universitária, que consumiu muito dinheiro e não deu em nada – para tentar livrar o Governo do Estado do enrosco causado pelos sucessivos escândalos na área de Saúde. A ideia é “refundar” a Secretaria de Estado da Saúde, abandonando a sigla Susam e adotando a SES, além de mudar a sede do órgão para um prédio maior (alugado, para variar), além de substituir vários servidores, sobre os quais vai cair a culpa por tudo de ruim que aconteceu desde a operação “Maus Caminhos”.

Duarte, um vendedor de ilusões competente, aproveitou a convicção do governador Wilson Lima. Inexperiente, o governante entende que pode transformar o limão da Saúde em limonada. Só que a inspirá-lo nessa missão estão alguns dos próceres da “Maus Caminhos”, cujo objetivo evidentemente não é melhorar o atendimento à população e sim lucrar, e muito.

O próprio responsável pela empreitada há muito tempo parou de trabalhar na casa do milhar e só fala em milhões. Estima-se que tenha cobrado R$ 6 milhões pelo projeto, além da contratação de sua empresa pela Secretaria de Comunicação Social para executar o mesmo serviço para o qual foi contratada por R$ 19 milhões anuais.

É a segunda vez que o “Polvo”, como Duarte foi chamado pelo empresário Ronaldo Tiradentes, tenta dominar um governo. A primeira foi entre 2011 e 2014, quando sua influência era enorme na administração estadual. Agora, ele vende a solução de todos os problemas da Saúde num passe de mágica.
Resta saber se os funcionários “sacrificados” aceitarão o projeto calados…

Publicações relacionadas

Corpo de Bombeiros do Amazonas comemora o primeiro militar curado de Covid-19

Redação

Arthur anuncia redução de gastos para enfrentar recessão provocada pela pandemia

Redação

Mais dez pacientes vítimas da Covid-19 recebem alta do hospital de campanha municipal Gilberto Novaes

Redação

Deixe uma resposta