Amazonas Destaques Manaus

Professora testa positivo para Covid-19 e escola mantém aulas

Manaus – Mesmo com o exame positivo para coronavírus, de uma professora do ensino fundamental, as aulas da Escola Estadual Bernadete do Socorro Trindade da Rocha, que fica no bairro São José, zona leste de Manaus, não foram suspensas, tanto no turno matutino quanto vespertino.

A denúncia foi feita pela mãe de um aluno, que estuda na unidade escolar, mas que não quis ser identificada. Segundo esta mãe, a professora diagnóstica com Covid-19 entregou o resultado do exame no último domingo (4) e já teria tido contato com os alunos, na semana passada.

(Foto: Natasha Pinto)

A equipe de reportagem do Grupo Diário de Comunicação (GDC) foi até a escola e ao chegar, constatou que as aulas ocorriam normalmente. Neste momento, o diretor da E.E Bernadete do Socorro Trindade da Rocha, que não se identificou, confirmou a situação.

“Nós já tínhamos passado por sanitização, mas agora com essa situação de uma professora, estamos esperando a segunda. Essa professora que ‘deu positivo’, ela não veio na quarta (30), mas veio na quinta (1º) e na sexta (2). Recebemos a informação no domingo, então eu passei logo para o coordenador, que desta segunda para terça, deve agendar a sanitização”, disse.

Até o fechamento desta matéria, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) ainda não se manifestou sobre o assunto.

Nota

De acordo com a gestão da escola, a professora citada informou, neste domingo (04/10), que havia testado positivo para a Covid-19, no entanto, está fora do período de transmissão. Mesmo fora do período de contágio, a profissional ficará afastada da escola, como prevê as normas da Fundação de Vigilância da Saúde do Amazonas (FVS-AM) indicadas à Secretaria de Estado de Educação e Desporto.

Ainda de acordo com a gestão da escola, a unidade foi sanitizada na noite de quarta-feira (30/09) e está no aguardo de uma nova sanitização, solicitada após a confirmação do teste positivo da docente.

A Secretaria de Educação reforça que todos os profissionais de Educação que atuam nas escolas podem fazer o teste rápido, que deve ser agendado do aplicativo SASI.

Publicações relacionadas

Rede municipal reduziu em 84,4% o abandono escolar

Redação

PF desarticula organização criminosa voltada à prática de crimes na região da Terra Indígena Karipuna

Redação

Suspeito de balear adolescente após arrancar vítima de dentro de casa é preso em Manaus; quatro seguem foragidos

Redação

Deixe uma resposta