Amazonas Destaques Manaus

Presidente do Sindicato dos rodoviários Givancir de Oliveira é preso suspeito pelo crime de assassinato

Foi preso na noite desta segunda-feira o presidente do      Sindicato dos rodoviários   Ginvancir de Oliveira, por determinação do mandato de prisão temporária de 30 dias  expedido pelo Juiz de direito Carlos Henrique Jardim da Silva, da 2a. Comarca de Iranduba.

Sob os gritos de “assassino”. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus, Givancir Oliveira, deixou a Delegacia de Iranduba, e foi transferido para Manaus em uma viatura policial. Ele foi preso  por homicídio e tentativa de homicídio.
Os advogados de Givancir informaram que vão recorrer da decisão do juiz de direito Carlos Henrique Jardim da Silva, que responde pela 2ª Vara da Comarca de Iranduba, que atendeu ao pedido da Polícia Civil do Estado do Amazonas, e decretou a prisão temporária por um período de 30 dias. Além disso, Sylvio Costa, advogado de Givancir Oliveira, confirmou que Givancir pretendia concorrer para o cargo de prefeito na cidade de Iranduba na eleição deste ano.
Givancir foi transferido para Manaus por segurança na tentativa no caso de invasão da delegacia de Iranduba, já que o caso do envolvido, está gerando revolta no povo daquela localidade.

Publicações relacionadas

Tribunal cria comitê para fiscalizar recursos destinados ao combate ao COVID-19 no AM

Redação

Sargento da PM é esfaqueado durante assalto a ônibus, em Manaus; suspeitos fugiram

Redação

Assembleia Legislativa do Amazonas assegura novo piso salarial dos servidores

Redação

Deixe uma resposta