Amazonas Destaques Manaus

Prefeitura de Manaus tem reunião com Anatel para tratar de implantação do 5G na capital

 

Buscando garantir a melhor estrutura para ter o novo salto das comunicações no Brasil e na Internet das Coisas (IoT), a Prefeitura de Manaus participou de reunião institucional e técnica com representantes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta terça-feira, 22/2, na sede regional na capital.

Os leilões para autorização do 5G no Brasil foram realizados no ano passado e a tecnologia é o mais recente padrão para serviços móveis, oferecendo altas taxas de transmissão de dados e novas possibilidades de exploração de uso.

Durante a reunião híbrida, o subsecretário de Assuntos Legislativos da Casa Civil Municipal, procurador Rafael Lins Bertazzo, afirmou o compromisso da gestão do prefeito David Almeida de ter a infraestrutura necessária à disposição e fazer as adequações necessárias para atender à nova tecnologia.

“Existe uma minuta padrão para adequar legislações municipais ao 5G, notadamente para desburocratizar o licenciamento no âmbito municipal. Vamos tomar conhecimento e adequar à realidade de Manaus para desenvolver a simplificação nas licenças necessárias”, adiantou o subsecretário.

Para o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), engenheiro Carlos Valente, a Prefeitura está atuando para estruturar Manaus à implantação do 5G.

“Estamos realizando tratativas institucionais com a Anatel, neste momento, conhecendo essa nova arquitetura de rede, cronograma e tecnologia de quinta geração. Vamos estudar a legislação aplicável a essa banda de operação e os respectivos ajustes necessários à legislação para garantir sua operação dentro do ambiente legal mais adequado. E também vamos nos reunir com as operadoras”, falou Valente.

Além da equipe da Anatel na região Norte, a reunião híbrida contou com apresentação do chefe da assessoria técnica da agência, Humberto Bruno Pontes Silva.

Tecnologia

A tecnologia 5G promete massificar e diversificar a Internet das Coisas em setores como segurança pública, telemedicina, educação à distância, cidades inteligentes, automação industrial e agrícola, entre outros. 

No decorrer de sua implantação, deverão ser desenvolvidas aplicações inovadoras que aproveitem o potencial tecnológico das novas redes para introduzir serviços que ampliem a eficiência dos mais diversos setores da economia e beneficiem a sociedade. 

— — —

Texto – Claudia do Valle / Implurb

Fotos – Divulgação / Implurb

Publicações relacionadas

Homens suspeitos de envolvimento em homicídios são presos em Manaus

Redação

Poste de concreto quebra e prestador de serviço morre durante trabalho no interior do AM

Redação

Arthur assina convênio de R$ 300 mi com Banco do Brasil e garante avanço de obras para Manaus

Redação

Deixe um comentário