Amazonas Cotidiano Destaques Manaus

Prefeitura de Manaus participa de lançamento da atualização de mapeamento de áreas de risco de Manaus

Prefeitura de Manaus, por meio da Defesa Civil, participou nesta segunda-feira, 25/11, do lançamento do Mapa das Áreas de Risco Geológico da Zona Urbana de Manaus e da Carta Geotécnica de Aptidão à Urbanização da Zona de Expansão e da Zona de Baixa Ocupação da Cidade de Manaus, durante apresentação dos resultados de estudos, na sede do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), localizado no bairro Aleixo, zona Centro-Sul. 

As ferramentas foram elaboradas a partir de 484 quilômetros quadrados de perímetro urbano, para gerar soluções às áreas de risco, que atingem, principalmente, os moradores dessas localidades da capital, que sofrem com inundações e deslizamentos de terra.  

“O levantamento das áreas de risco é feito por meio de uma integração entre o CPRM e a Defesa Civil, então, as ocorrências registradas foram repassadas ao Serviço Geológico, que realizou um estudo e junto com o trabalho de 2012, realizou todo esse trabalho. A Defesa Civil já trabalha a parte de monitoramento dessas áreas de risco de Manaus, e, apesar de hoje apresentar, 1.600 pontos, nós vamos montar diretrizes para melhorar e continuar nossos monitoramentos e projetos de prevenção nessas áreas vulneráveis”, informou o secretário-executivo da Defesa Civil, Cláudio Belém. 

O segundo produto divulgado, a Carta Geotécnica de Aptidão à Urbanização da Zona De Expansão e da Zona de Baixa Ocupação da Cidade de Manaus servirá como apoio para que gestores municipais possam melhor planejar as áreas, sem afetar o meio ambiente e criar novas áreas de risco na cidade. 

“Esse mapeamento da expansão urbana servirá justamente para passar informações à Defesa Civil de Manaus e à Prefeitura de Manaus, para que os espaços não sejam mal ocupados, para que as áreas com restrições fiquem restritas, sem ocupação”, explicou o pesquisador de Geociências, Elton Andretta.

Atualmente, os pontos de risco concentram o maior número na zona Norte e Leste do município. O trabalho preventivo nesses pontos de risco é realizado, semanalmente, pela Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil do município e conta com o reforço dos Núcleos de Proteção e Defesa Civis (Nupdecs) nas comunidades, formados por voluntários que ajudam o órgão a monitorar essas áreas da cidade, além do reforço de monitoramento por meio de pluviômetros instalados na capital.

— — —

Fotos – Divulgação / Defesa Civil

Publicações relacionadas

Funcionários da FCecon são presos após desviar R$ 1 milhão em remédios e materiais hospitalares

Redação

POLICIA FEDERAL FAZ OPERAÇÃO NA CASA DO GOVERNADOR

Redação

PSB e PSD selam aliança e apostam na pré candidatura de Ricardo Nicolau

Redação

Deixe uma resposta