Amazonas Destaques Manaus

Prefeitura de Manaus monta projeto de intervenção para melhorar fluidez e acessibilidade na rua do Fuxico

 

Realizando ações de reordenamento do tecido urbano, a Prefeitura de Manaus montou um plano de intervenção para uma das áreas de comércio mais movimentadas do Jorge Teixeira, na zona Leste, a rua Brigadeiro Hilário Gurjão, conhecida como “rua do Fuxico”, que será executado nos próximos meses.

Com projeto desenhado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), o objetivo é promover uma requalificação no trecho, tanto para desobstrução de calçadas e vias públicas, tornando-as acessíveis, quanto para melhorar o fluxo viário e de transporte público.

O trabalho é integrado e foi pauta, nesta terça-feira, 22/3, de reunião entre equipes das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf) e Limpeza Urbana (Semulsp), além do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) e Implurb.

No plano estão previstas implantação de sinalização vertical e horizontal na Hilário Gurjão, com pintura de vagas destinadas a carga e descarga, táxi-frete e outras para o público em geral; melhorias nos estacionamentos no entorno; construção de calçadas e meios-fios, além de três lombofaixas; pavimentação asfáltica e reparos de infraestrutura; paisagismo e limpeza em geral.

Além de atuar para corrigir antigos e repetidos problemas de desordem urbana no espaço, a Prefeitura de Manaus atende ainda uma sentença da ação civil pública 0604126-05.2013.8.04.001, da 63ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa da Ordem Urbanística (Prourb), que condenou o município na obrigação de fazer consistente para desobstruir as calçadas na Brigadeiro Hilário Gurjão, e ainda a recuperação asfáltica da rua Francisco Garcia.

“A prefeitura está atuando no cumprimento da ação, mas indo além, com um projeto para resolver a situação desde acesso à via, retorno, melhoria viária, de sinalização e para atender ao comércio como um todo e à população, que terá mais segurança e conforto ao ir até a rua do Fuxico”, explica o arquiteto e urbanista Leonardo Normando, coordenador de projetos do Implurb.

O coordenador explica que o objetivo maior é dar acessibilidade e mobilidade aos que usam o logradouro, fazendo a regularização de vagas de estacionamento, carga e descarga, sinalizações e ajuste no sistema viário.

“O projeto foi submetido aos técnicos do IMMU para que pudessem avaliar as intervenções e já temos as alterações necessárias para dar mais fluidez e melhorar o tráfego na região e entorno”, completou.

O IMMU apresentou alterações técnicas ao projeto, que terá um novo retorno a ser construído e o fechamento de outros acessos “viciados”. As lombofaixas serão construídas pela Seminf e sinalizadas pelo instituto. Após a sinalização, o IMMU fará operações de fiscalização para orientar usuários do trânsito e pedestres.

O Implurb fará ações para ordenamento das calçadas, para que os comerciantes não usem o logradouro para expor mercadorias, impedindo o ir e vir das pessoas.

O chefe do Distrito de Obras do Jorge Teixeira, Roger Fonseca, disse que a Seminf fará a revisão do pavimento asfáltico da Brigadeiro Hilário Gurjão, além de executar obras para melhoria da acessibilidade do pedestre e da circulação viária, dando apoio ainda à Semulsp.

Para o diretor operacional de Limpeza Pública, Laurimar Costa, a rua do Fuxico terá uma intervenção completa e integrada, recebendo ainda serviços de paisagismo e limpeza.

“Vamos dar início na Hilário Gurjão, onde há uma praça que receberá paisagismo, seguindo com colocação de meio-fio até a bola da Itaúba, concluindo com limpeza geral. Tudo está sendo pensado para dar maior fluidez ao trânsito, maior segurança aos pedestres e melhor acesso ao comércio”, afirmou.

— — —

Texto – Claudia do Valle / Implurb

Fotos – João Viana /Semcom

Publicações relacionadas

Manaus é destaque em investimento com recurso próprio

Redação

AM-010 intrafegável: cidadãos pedem socorro!

Redação

“Mulher Falsa”: Fica difícil acreditar no que Joice Hasselmann diz, todo dia ela mente nas redes sociais, veja

Redação

Deixe um comentário