Amazonas Destaques Manaus

Prefeitura de Manaus inicia vacinação de idosos, a partir de 75 anos, na zona rural

Os idosos dos dois grupos prioritários, de 75 a 79 anos, e de 80 e mais, residentes nas áreas rurais, de cobertura das quatro Unidades de Saúde Fluviais (UFS) rurais terrestres, das três USFs rurais ribeirinhas e das 11 Unidades Básicas de Saúde Rurais fluviais das calhas dos rios Negro e Amazonas, sob jurisdição da Prefeitura de Manaus, começaram a ser vacinados contra a Covid-19 nesta terça-feira, 2/2. A imunização ocorre de forma simultânea nessas localidades, seguindo o esquema de busca ativa nas comunidades, não havendo a aplicação da vacina nas sedes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que atendem esse público.

Essa vacinação deve se estender por sete dias, prazo que poderá ser alterado caso necessário. A estimativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é de que sejam vacinados pelo menos 90% dos 629 idosos, sendo 275 na faixa de 75 a 79 anos, e 354 pessoas acima dos 80 anos de idade.

“Para essas localidades, de abrangência do Distrito de Saúde Rural, tivemos que elaborar um plano diferenciado, levando em consideração as especificidades de cada comunidade, como o acesso, por exemplo. Nossa meta é concluir o mais breve possível a aplicação da primeira dose nesse público, como nos determinou o prefeito David Almeida”, explicou a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe.

Morador da comunidade Nossa Senhora de Fátima, na zona ribeirinha, o aposentado João Inácio de Almeida, de 78 anos, comemorou a chegada da vacina na manhã desta quarta-feira, 3. “Eu estava ansioso. Agora que eu já estou vacinado, é esperar pela segunda dose para completar a cura, se Deus quiser! É isso o que eu quero. Não só eu, mas todos que tiverem a compreensão da importância da vacina”, disse.

O pescador Raimundo Brito, 76 anos, que mora nas imediações da sede da comunidade, foi vacinado no meio do rio Negro. “Pelo menos agora sei que estou mais protegido contra o coronavírus. Se ele chegar, já tem uma barreira. Posso até pegar, mas a vacina já cortou o efeito dele”, comentou.

Cronograma das calhas dos rios Amazonas e Negro

Calha do rio Amazonas

2/2: Caramuri e abrangências;

3/2: Lago do Arumã e abrangências;

4/2: Nossa Senhora do Carmo e abrangências;

5/2: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e abrangências;

8/2: Bonsucesso e abrangências;

9/2: Guajará e abrangências;

10/2: Jatuarana e abrangências.

Calha do rio Negro

2/2: Apuaú e abrangências;

3/2: Mipindiaú e abrangências;

4/2: Cuieiras e abrangências;

5/2: Santa Maria e abrangências;

8/2: Costa do Arara e abrangências;

9/2: Tupé e abrangências.

Áreas Terrestres e Ribeirinhas

Período de 2 a 5/2 e de 8 a 10/2.

USF Ada Viana e abrangências;

USF São Pedro e abrangências;

USF Pau Rosa, Unidade de Apoio Cooperativa e abrangências;

USF Ephigênio Salles e abrangências;

USF Nossa Senhora de Fátima e abrangências;

USF Nossa Senhora do Livramento e abrangências;

USF Nossa Senhora de Auxiliadora e abrangências.

Texto – Sandra Monteiro / Semsa

Fotos – João Viana / Semcom

Publicações relacionadas

Coronel Menezes chama David Almeida para briga na largada pré eleitoral de 2020

Redação

Trio armado ‘toca o terror’ durante roubo na linha 059 em Manaus

Redação

Moradores afetados por incêndio no Educandos em 2018 fecham via em Manaus para cobrar indenização

Redação

Deixe uma resposta