Amazonas Destaques Manaus

Prefeitura de Manaus amplia debate sobre a reforma tributária

Com o objetivo de garantir e ampliar os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus (ZFM), a Prefeitura de Manaus deu continuidade às discussões sobre a reforma tributária, na tarde desta quinta-feira, 20/5, com o grupo de trabalho criado pelo prefeito David Almeida, no início deste mês. A reunião aconteceu no Centro de Cooperação da Cidade (CCC), no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Pauderney Avelino, a prefeitura está sendo proativa e buscando fortalecer o debate em relação à ZFM, construindo uma proposta que beneficie a indústria no Amazonas.

“Estamos dando continuidade à reunião do grupo de trabalho criado pelo prefeito David Almeida, discutindo a reforma tributária federal e estadual, em relação ao ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), sobretudo a prorrogação dos incentivos fiscais das empresas localizadas no PIM (Polo Industrial de Manaus). Essa reunião visa levar subsídios, para que a prefeitura discuta essas matérias junto ao governo. Manaus é a sede da zona franca e se propõe a ser protagonista cuidando dos interesses do polo e atraindo investimentos para a cidade”, afirmou Pauderney.

O subsecretário de Assuntos Operacionais da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo, Inovações (Semtepi), Gustavo Igrejas, destacou que a prefeitura tem tomado uma nova postura em relação aos assuntos de interesse do PIM, que influenciam a vida de muitos trabalhadores no Amazonas.

“O prefeito se reuniu com as entidades de classe empresariais do Amazonas no início deste mês e lá ficou definido que a Prefeitura de Manaus vai passar a ter um protagonismo maior em relação aos assuntos ligados à Zona Franca de Manaus, já que, historicamente, em outras gestões, a prefeitura sempre esteve de costas ao principal modelo de desenvolvimento da nossa cidade”, disse.

Também participaram da reunião, o secretário-geral do Encontro Nacional dos Administradores Tributários (Encat), Luiz Gonzaga Campos de Souza, e o deputado estadual Abdala Fraxe.

Texto – Asafe Augusto de Oliveira/Semed

Foto – José Monteiro/Semed

Publicações relacionadas

Batalhão Ambiental apreende duas toneladas de pescado ilegal na orla de Manaus

Redação

Avenida Rodrigo Otávio terá trânsito monitorado durante visita de Bolsonaro

Redação

Nova decisão da Justiça obriga governo Wilson Lima a ampliar UTIs para hemodiálise em 12 horas

Redação