Amazonas Destaques Manaus

Prefeitura coloca ponto exclusivo de vacinação dos trabalhadores da saúde a partir desta quarta

Manaus – Trabalhadores da saúde terão o atendimento para vacinação da primeira e da segunda dose contra a Covid-19 concentrado na Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), localizada no bairro Adrianópolis, na zona sul de Manaus. Os outros pontos de vacinação da Prefeitura de Manaus passam a ser apenas para os idosos, assim o ponto do Hospital Beneficente Português deixa de existir. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a medida, que vale a partir desta quarta-feira (17), faz parte da reorganização dos fluxos de recepção do público contemplado na fase atual da campanha de imunização e leva em conta o número de não vacinados e o movimento nos diversos postos de atendimento.

Trabalhadores de saúde poderão ser vacinados em ponto exclusivo de vacinação em Manaus (Foto: João Viana / Semcom)

“Os dados mais recentes de monitoramento da campanha mostram que faltam aproximadamente mil trabalhadores para atingirmos, com a primeira dose, 100% da população estimada para esse grupo”, observou o subsecretário de Gestão da Saúde da Semsa, Djalma Coelho. Ele explica que concentrar o atendimento desse público em um único lugar facilita a logística de distribuição e aplicação da vacina e permite a otimização, recomendada pelo prefeito David Almeida, dos demais locais para receber os idosos, que seguem na campanha com atendimento escalonado.

O acesso dos trabalhadores da saúde à primeira dose continua a ser feito de modo espontâneo e à segunda dose, por meio de agendamento eletrônico pelo sistema Imuniza Manaus.

Até a manhã desta terça-feira (16), haviam sido vacinados 62.343 trabalhadores da saúde de um total estimado de 63.317 pessoas desse grupo prioritário, com atuação em Manaus. Para esses, a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) de vacinar no mínimo 90% da população-alvo foi ultrapassada pelo município há mais de 15 dias.

“Agora, o foco é alcançar a meta para a segunda dose; para ter, de fato, 90% das pessoas desse grupo imunizadas contra a Covid”, ressaltou o subsecretário.

Até o momento, 48.954 trabalhadores da saúde já receberam as duas doses da vacina, enquanto todos os outros vacinados com a primeira dose já estão com a segunda agendada pelo Imuniza Manaus e devem ser atendidos até o próximo dia 23. Para alcançar 90% desse público com as duas doses (56.985 pessoas) faltam 8.031 se vacinarem.

Djalma Coelho destacou que as vacinas utilizadas até o momento no Brasil, CoronaVac e AstraZeneca, exigem duas doses no esquema vacinal e que ainda não existem estudos sobre a eficácia desses imunizantes fora dos protocolos prescritos em relação à quantidade de doses e ao intervalo entre elas, ou seja, até 4 semanas para a CoronaVac e até 12 semanas para a AstraZeneca.

“Então, reforçamos a necessidade de que os trabalhadores da saúde, já no período de completar o esquema vacinal, não deixem de procurar o posto de atendimento”, disse.

O subsecretário salienta que o agendamento no Imuniza Manaus é automático, mas o usuário pode alterar o dia e a hora do atendimento de acordo com a sua disponibilidade e as opções oferecidas pelo sistema.

Idosos

A campanha de imunização contra a Covid-19 em Manaus segue com o atendimento do grupo de 60 a 64 anos, que está sendo vacinado desde o último dia 10 de março por ordem decrescente de idade. Nesta quarta e quinta-feira, 17 e 18 de março, é a vez dos que têm 61 anos; e na sexta e no sábado, os que têm 60 anos.

Além do novo grupo, a Semsa continua a atender os remanescentes dos grupos anteriores que ainda não receberam a primeira dose, ou seja, trabalhadores da saúde e idosos de 65 anos ou mais e os que estão prontos para a segunda dose.

Com a concentração dos trabalhadores da saúde na Escola de Enfermagem da Ufam, sete postos são, agora, exclusivos para os idosos: Complexo de Treinamento de Direção Veicular do Detran e Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (zona norte); Centro Cultural dos Povos da Amazônia e estacionamento da Universidade Paulista (Unip), na zona sul; Clube do Trabalhador do Sesi (zona leste); Balneário do Sesc e Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo), ambos na zona oeste. Todos os pontos de vacinação funcionam das 9h às 16 horas.

Fonte: D24am. Leia mais em https://d24am.com/amazonas/prefeitura-coloca-ponto-exclusivo-de-vacinacao-dos-trabalhadores-da-saude-a-partir-desta-quarta/

Publicações relacionadas

Projeto de Josué resulta em Lei que garante funcionamento de academias no AM

Redação

ENCONTRO – Jornalista Robson Carvalho conversará com Levy Fidelix (PRTB) sobre projetos e filiações no Amazonas

Redação

TRABALHADORES DO PIM COBRAM MEDIDAS DO GOVERNO DO AM PARA PRESERVAR EMPREGOS NO SETOR

Redação