Amazonas Destaques Manaus

Prefeitos eleitos se comprometem a priorizar políticas para infância e juventude

Sete prefeitos eleitos do interior do Amazonas assinaram o Termo de Compromisso pela Infância e Juventude resultado da campanha do Ministério Público do Amazonas (MPAM), por intermédio do Centro de Apoio Operacional à Infância e Juventude (CAO-IJ).

Eles se comprometeram a destinar recursos para garantir o fortalecimento das políticas públicas, mediante absoluta prioridade, destinadas ao atendimento da população infanto-juvenil dos seus respectivos municípios.

Assinaram os termos os prefeitos eleitos: Frank Luiz da Cunha Garcia (Parintins), com o MPAM representado pela Promotora de Justiça Eliana Leite Guedes do Amaral; João Medeiros Campelo (Itamarati), com o Promotor Caio Lúcio Fenelon Assis Barros; Jocione dos Santos Souza (Novo Aripuanã), com a Promotora Jarla Ferraz Brito; Marco Antônio Lise (Apuí), com atuação do Promotor Gabriel Salvino Chagas do Nascimento; Paulo Ruan Portela Matos (Envira), com a atuação da Promotora Priscila Carvalho Pini; José Cidinei Lobo do Nascimento (Humaitá), com atuação do Promotor Rodrigo Nicoletti e Edson de Paula Rodrigues Mendes (Barcelos), com a atuação da Promotora Karla Cristina da Silva Sousa.

Além desses municípios, mais quatro prefeitos eleitos se comprometeram a assinar o documento: Gean Campos de Barros (Lábrea), onde atua o Promotor Sylvio Henrique Lorena Duque Estrada; Beto D’angelo (Manacapuru), com a atuação da Promotora Lilian Nara Pinheiro de Almeida; Eraldo Trindade da Silva (Boa Vista do Ramos), onde atua a Promotora Lilian Nara Pinheiro de Almeida e Jair Aguiar Souto (Manaquiri), onde atua o Promotor Flávio Mota Morais Silveira.

“O Ministério Público do Estado do Amazonas por meio de seus Membros em cada município e da Coordenadoria da Infância e Juventude reitera o convite a todos os prefeitos para firmarem o Termo de Compromisso na certeza que a Infância e Juventude é e sempre será prioridade para toda administração comprometida com uma sociedade mais justa e fraterna”, completou a Promotora de Justiça, Vânia Marinho.

Publicações relacionadas

Prefeitura de Manaus Prefeito reforça a secretários necessidade de corte de despesas, para enfrentar crise econômica causada pelo novo coronavírus

Redação

Amazonas registra 336 novos casos de tuberculose nos dois primeiros meses deste ano, segundo FVS

Redação

Revista Cenarium aponta um provável atentado contra o governador Wilson Lima

Redação

Deixe uma resposta