Amazonas Destaques Manaus

Prefeito David Almeida faz apelo para que pessoas dos grupos prioritários procurem os postos de vacinação

Ainda há pessoas do grupo de trabalhadores da Saúde, da Educação e idosos e pessoas com comorbidades que não buscaram imunização

Ao acompanhar a vacinação contra Covid-19 ontem (21), no posto do Sesi Clube do Trabalhador (Bairro de São José I), o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) fez um apelo para que as pessoas dos grupos prioritários que ainda não foram tomar nem a primeira dose ou não voltaram para a segunda dose, que busquem se imunizar urgentemente. “A Prefeitura está fazendo a parte dela de imunizar a população, conforme o Ministério da Saúde vai disponibilizando as doses de vacina. Portanto, chamo aqui os profissionais da Educação, da Saúde, idosos e pessoas com comorbidades. Nós temos vacina para todos vocês e eu faço um apelo para que quem está na faixa etária e nos grupos prioritários já contemplados, compareça aos postos de vacinação para tomar a primeira e a segunda doses, seguindo as recomendações da Secretaria Municipal de Saúde”, declarou o prefeito.
Por meio do “Vacinômetro”, a Prefeitura de Manaus atualiza diariamente as informações sobre a vacinação, tendo alcançado na última quinta-feira (20), a marca das 600 mil doses aplicadas.
Atualmente, a vacinação contra a Covid-19 está acontecendo, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, para a primeira dose em trabalhadores da Educação (de maneira escalonada, municipal, estadual e federal), da Saúde, e ainda, pessoas com deficiência permanente (PcD) de 18 a 59 anos, gestantes e puérperas com comorbidades. A segunda dose, está disponível para idosos acima dos 60 anos, trabalhadores da Saúde e pessoas com comorbidades.

Publicações relacionadas

Google Chats permitirá convidar ‘contatos externos’ para bate-papos

Redação

Amazonas registra 336 novos casos de tuberculose nos dois primeiros meses deste ano, segundo FVS

Redação

Ouvidoria Municipal do SUS registra aumento de manifestações relacionadas à Covid-19

Redação

Deixe uma resposta