Manaus Destaques

Possíveis casos de coronavírus em Manaus serão tratados no Hospital Delphina Aziz

De acordo com a gerente, a unidade está equipada e com profissionais preparados para atender um possível surto da doença na capital.

“A FVS já reuniu com a Anvisa para conferir e orientar todos os fluxos e protocolos internacionais, medidas sanitárias de bloqueio, como detecção de um caso suspeito de uma aeronave que seja procedente da China, quais são as medidas que devem ser tomadas diante de um caso suspeito. Se nós tivermos um paciente com suspeita de coronavírus, a nossa referência é o Hospital Delphina”, acrescentou.

A gerente falou, ainda, que, até o momento, não há nenhum caso confirmado da doença no Brasil e nem no Amazonas. Ela alertou sobre a divulgação de notícias falsas em torno do caso.

“Essas notícias não são fidedignas. É importante que haja um filtro por parte das pessoas que estão divulgando essas informações de fontes não oficiais, que acabam causando o pânico na população”, disse.

Liane Socorro disse, também, que a FVS já emitiu um alerta para todas a unidades públicas e privadas do Estado, orientado todos os profissionais e reforçando os fluxos e protocolos.

“As unidades de saúde estão todas preparadas para informar sobre a diferença entre uma síndrome respiratória aguda grave de uma síndrome gripal”, pontuou.

Sobre a diferença entre as duas síndromes, a gerente da FVS explicou que a síndrome grupal tem sintomas leves, como febre, tosse e dor de garganta, podendo ser tratada em casa. Já a síndrome respiratória aguda grave, além desses sintomas, o paciente também apresenta o desconforto respiratório, dispneia e a saturação de oxigênio começa a cair. Nesse caso, o paciente precisa de internação.

Apesar de os sintomas do coronavírus ainda serem um pouco desconhecidos, Liane afirmou que a rede de saúde do Estado está preparada para atender possíveis pacientes que apresentem o vírus.

“Nós já temos bastante material que recebemos do Ministério da Saúde, para atualizarmos todos os nossos profissionais de saúde em relação ao coronavírus. Mas, como eu falei antes, nós não temos ainda caso confirmado no Brasil, temos apenas casos suspeitos aguardando o resultado para confirmação do diagnóstico. Aqui no Amazonas nós não temos casos suspeitos, mas o protocolo é o mesmo para síndrome respiratória aguda grave”, pontuou.

FONTE:d24am

Publicações relacionadas

ESCÂNDALO-WILSON ENTREGA A PRODUTORA CONTRATO DE R$ 6 MILHÕES, SEM LICITAÇÃO, EM PLENA CRISE DO NOVO CORONAVÍRUS-VEJA DOCUMENTOS

Redação

Pesquisa encomendada pela CNI mostra Bolsonaro com 40% de aprovação

Redação

DECCM atende mulheres que pedem apoio por meio da campanha ‘Sinal Vermelho’

Redação

Deixe uma resposta