Amazonas Destaques Manaus

Policiais apagam pichações feitas por facção criminosa em Manaus

Manaus – “Para sua segurança à noite, ao descer, abaixe o vidro, o farol, e acenda as luzes internas do carro’’, instruía uma pichação em uma parede no bairro Petrópolis, Zona sul de Manaus. Entretanto, policiais militares entraram em ação e se mobilizaram para apagar a mensagem no muro.

Seis oficiais da polícia militar utilizaram latas de tinta vermelha para cobrir as pichações. Através das redes sociais, o Capitão Alberto Neto parabenizou a ação. ‘’A polícia está aqui! Vagabundo pensa que manda em Manaus, mas não mandará mesmo’’, escreveu o deputado.

As pichações nas ruas de Manaus são frequentes, com nomes de facções cresceram desde fevereiro, quando a capital amazonense se tornou palco de guerra entre membros de facções criminosas rivais.1.001.00

PlayvolumeTruvid00:22Ad

Policiais apagam pichações
Policiais apagam pichações | Foto: Divulgação

Os membros das facções deixaram mensagens em vários pontos da cidade, inclusive em igrejas e escolas. A briga por território entre a Família do Norte (FDN) e o Comando Vermelho (CV), não se resume a somente pichações, deixou um rastro de sangue. O número de mortes associadas a esse tipo de ação recebeu atenção nos últimos seis meses.

Guerra de facções

Execuções, tiros à queima-roupa e tortura são ações frequentes no embate entre as duas facções. Apesar dos esforços para controlar a situação, fontes policiais civis e militares afirmaram que o CV comanda 80% dos bairros de Manaus. 

Em meio à insegurança, população teme a própria segurança abalada pela guerra de facções. No entanto, dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), revelaram que Manaus teve uma queda histórica no número de homicídios dolosos.

CV picha marca em casa de Manaus
CV picha marca em casa de Manaus | Foto: Rebeca Mota

Em abril, foram registrados 35 homicídios, a menor quantidade em mais de uma década, considerando os números de janeiro de 2008 a abril de 2020. 

De acordo com a SSP, foi a terceira queda consecutiva nos dados de homicídios dolosos na capital amazonense este ano, e uma redução quase pela metade (46%) em relação a abril de 2019, quando foram registrados 65 crimes deste tipo.

No mês de março, a redução já havia sido de 17,5%, na comparação com março do ano passado. Considerando os principais crimes, houve queda em praticamente todos, como latrocínio (-33%), tentativa de homicídio (-55%), furto (-37%) e roubo (-40%). 

Pichação em igreja de Manaus
Pichação em igreja de Manaus | Foto: Rebeca Mota

Apesar da queda nos números, população permanece temerosa, e equipes policiais dobram esforços em manter queda nos números.

Publicações relacionadas

Carla Pollake deve depor nesta segunda na CPI da Saúde

Redação

Lato Sensu multado em mais de meio milhão acusado de abuso no material escolar

Redação

Mais de 80 mortes violentas são registradas em Manaus em apenas 19 dias

Redação

Deixe uma resposta