Amazonas Brasil Destaques Manaus

Petrobras recupera venda de combustíveis e receitas no 3º trimestre

A Petrobras recuperou as vendas de combustíveis no terceiro trimestre do ano, após um tombo provocado pela crise econômica aguda trazida com a pandemia de covid-19 no segundo trimestre. As receitas de vendas foram de R$ 70,7 bilhões no terceiro trimestre, contra R$ 50,8 no segundo trimestre, resultando em aumento de 39%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (28) pela companhia.

O lucro bruto no terceiro trimestre foi de R$ 33,7 bilhões, comparado a R$ 18,2 bilhões no segundo trimestre, com elevação de 85,4% no período. A geração de caixa medida pelo Ebitda – sigla em inglês para earnings before interest, taxes, depreciation and amortization, ou lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização – apresentou uma expressiva recuperação em relação ao trimestre anterior, em parte em função do aumento de 47% do preço do petróleo tipo Brent. A companhia fechou o período com Ebitda ajustado recorrente de US$ 6,9 bilhões, mais que o dobro do segundo trimestre.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-9508374237408663&output=html&h=280&adk=1717603278&adf=89959114&pi=t.aa~a.3057055502~i.5~rp.4&w=696&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1603989962&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=3432251426&tp=site_kit&psa=1&guci=2.2.0.0.2.2.0.0&ad_type=text_image&format=696×280&url=https%3A%2F%2Fchumbogrossomanaus.com.br%2Feconomia%2Fpetrobras-recupera-venda-de-combustiveis-e-receitas-no-3o-trimestre%2F&flash=0&fwr=0&pra=3&rh=174&rw=696&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&fa=27&tt_state=W3siaXNzdWVyT3JpZ2luIjoiaHR0cHM6Ly9hZHNlcnZpY2UuZ29vZ2xlLmNvbSIsInN0YXRlIjowfSx7Imlzc3Vlck9yaWdpbiI6Imh0dHBzOi8vYXR0ZXN0YXRpb24uYW5kcm9pZC5jb20iLCJzdGF0ZSI6MH1d&dt=1603989088603&bpp=2&bdt=2443&idt=3&shv=r20201026&cbv=r20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3Db8ea29a014484e01-2245524a16c400de%3AT%3D1602684780%3ART%3D1602684780%3AS%3DALNI_MbqCix00OPP0vwexMefrJaavBqs3w&prev_fmts=0x0%2C1068x280&nras=2&correlator=4247685835001&frm=20&pv=1&ga_vid=9951928.1601987820&ga_sid=1603989088&ga_hid=1612378062&ga_fc=0&iag=0&icsg=559361470463&dssz=35&mdo=0&mso=0&u_tz=-240&u_his=1&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=728&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=141&ady=1613&biw=1349&bih=625&scr_x=0&scr_y=0&eid=44726949%2C21068084&oid=3&psts=AGkb-H9pQGPC5FBopdhRHqsNiLHm9xKPU3UfdNs99x1lC8i-pI2e_S1dR86JRZPCDCij&pvsid=2326717583176266&pem=362&ref=https%3A%2F%2Fchumbogrossomanaus.com.br%2F&rx=0&eae=0&fc=1408&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C625&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=8320&bc=31&ifi=2&uci=a!2&btvi=1&fsb=1&xpc=0SRX0Cv5Hz&p=https%3A//chumbogrossomanaus.com.br&dtd=M

“Como consequência, o resultado líquido também demonstrou uma melhoria no período, especialmente nos itens recorrentes. Ainda assim, a companhia registrou prejuízo líquido de US$ 236 milhões. Expurgados os itens não-recorrentes, o resultado seria revertido positivamente e o lucro líquido recorrente seria de US$ 633 milhões. Entre os itens não recorrentes estão os efeitos da adesão a programas de anistias fiscais e os prêmios na recompra de bonds , devido à menor percepção de risco pelo mercado”, expressou a companhia, em nota à imprensa.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, destacou a firme reação da companhia à recessão global, apresentando os primeiros resultados positivos.

“Apesar das restrições impostas pela pandemia e pelo ambiente incerto, nosso desempenho operacional e financeiro melhorou significativamente conforme demonstrado pelo aumento da produção de petróleo e gás natural e do fator de utilização de nossas refinarias e pela forte geração de caixa”, disse Castello Branco, em mensagem aos acionistas.

Segundo ele, nos primeiros nove meses do ano, o fluxo de caixa livre atingiu US$ 16,4 bilhões e o fluxo de caixa livre para os acionistas US$ 6,8 bilhões. O forte desempenho, disse o presidente, permitiu reduzir a dívida bruta de US$ 87,1 bilhões, em 30 de dezembro de 2019, para US$ 79,6 bilhões, em 30 de setembro de 2020.

“Este valor está abaixo da nossa meta anterior de manutenção do mesmo nível de dívida do último ano, dado o cenário hostil. Nos últimos 21 meses conseguimos reduzir US$ 31,3 bilhões de dívida – cerca de US$ 1,5 bilhão por mês – um fator chave para nossa companhia, uma vez que contribui para a redução do risco de nosso balanço, para o fortalecimento de nossa resiliência à volatilidade do fluxo de caixa e para liberarmos recursos para investirmos em nossos ativos de classe mundial”, completou Castello Branco.

O relatório completo dos resultados financeiros da companhia pode ser acessado na página da Petrobras na internet.

Publicações relacionadas

Indígenas venezuelanos denunciam quartos aglomerados e falta de água e sabão em abrigo de Manaus

Redação

Em um mês sem aulas presenciais, secretário Luís Fabian empenha mais de R$ 66 mi da Seduc

Redação

PF combate atividade clandestina de telecomunicações

Redação

Deixe uma resposta