Sem categoria

PC-AM realizou prisões e apreensões em combate à criminalidade ao longo da última semana

Entre ações da polícia estão palestras, prisões e conscientização contra abuso e exploração sexual infantil

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), realizou, durante a semana, diversas ações policiais, que resultaram em prisões contra crimes distintos. Além disso, policiais civis participaram de eventos e realizaram ações de combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes, para conscientizar e assegurar suporte a esse público, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra à Criança e ao Adolescente (18 de maio).

A PC-AM efetuou prisões por estupro de vulnerável, além de palestras relacionadas à temática. Outros delitos combatidos ao longo dos dias também foram o tráfico de drogas, latrocínio, homicídio, corrupção de menores, cárcere privado, associação criminosa.

Proteção a crianças e adolescentes

Na segunda-feira (16/05), a PC-AM participou da abertura da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Estiveram presentes na cerimônia o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Guilherme Torres, e a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), delegada Joyce Coelho.

Na ocasião, os delegados ressaltaram que as medidas realizadas pela instituição visam conscientizar e assegurar os direitos de crianças e adolescentes e que proteger esse público deve ser prioridade na sociedade.

Além da capital amazonense, a PC-AM participou de eventos alusivos ao 18 de maio nos municípios de Careiro da Várzea e Envira (a 25 e 1.208 quilômetros de Manaus, respectivamente).

Em combate a esses tipos de crime, a Depca, prendeu, na segunda-feira (16/05), por volta das 8h30, um homem de 40 anos, pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra suas três filhas, sendo duas gêmeas de 11 e a mais velha de 13 anos. O crime ocorria desde 2019.

No mesmo dia, por volta das 10h, o 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu mandado de prisão preventiva, em razão de sentença condenatória, em nome de Alason Pinheiro dos Santos, de 41 anos, também por estupro de vulnerável, cometido contra uma adolescente de 14 anos.

Em Itapiranga (a 227 quilômetros de Manaus), por meio da 38ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), cumpriu, na terça-feira (17/05), por volta das 15h30, mandado de prisão temporária em nome de um homem de 32 anos, pelo crime de estupro de vulnerável, praticado contra sua enteada, uma criança de 6 anos.

A DIP daquele município cumpriu ainda, na quarta-feira (18/05), por volta das 15h30, mandado de prisão em razão condenatória em nome de um homem de 57 anos, pelo crime de estupro de vulnerável, praticado contra uma jovem de 22 anos. O crime ocorreu em 2013, quando a vítima tinha 13 anos.

Publicações relacionadas

Deolane sobre condenação de Givaldo Alves por sequestro: “Eu avisei”

Redação

Em uma semana, Procon-AM registra mais de 1,1 mil denúncias durante pandemia da Covid-19

Redação

MPE arquiva denúncia de gastos excessivos com publicidade na gestão de Arthur Neto

Redação

Deixe um comentário