Amazonas Destaques Manaus

Paralisação dos professores atinge 95 escolas de Manaus

Manaus – Trabalhadores de 95 escolas da rede estadual de ensino paralisaram suas atividades parcial ou totalmente nesta segunda-feira. Uma das unidades foi a Escola Estadual Presidente Castelo Branco que paralisou totalmente no turno matutino. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) fez visita aos servidores que relataram os problemas, entre eles: janelas bloqueadas, falta de álcool em gel, falta de papel absorvente e de sabão para a higiene das mãos. Além disso, um professor testou positivo para a Covid-19 e um outro está aguardando o resultado do exame.

A paralisação acontece esta terça-feira (25) e na quarta-feira (26) está marcada uma assembleia com sindicalizados e não-sindicalizados com a pauta de indicativo de greve. “Hoje demos entrada em um documento pedindo audiência tanto com o secretário de educação quanto com o governador do estado para tratarmos sobre a suspensão das aulas”, disse a presidente do Sinteam, Ana Cristina Rodrigues.

Secretaria de Estado de Educação e entidades divergem sobre retorno às aulas em Manaus (Foto: Divulgação)

Os números de Covid-19 só crescem desde a retomada das aulas presenciais. Até as 16h de segunda-feira (24), o sindicato recebeu informação de que há casos confirmados em 56 escolas, o equivalente a 45% das unidades de ensino.

Mais de 30% dos exames realizados de terça-feira a sexta-feira tiveram resultado positivo com pacientes transmitindo o vírus. “Manaus é a única cidade do Brasil que iniciou as aulas. E com o resultado dos exames, ao invés de recuar, nem sequer falam sobre isso. Eles mudaram o protocolo de retomada das aulas sem comunicar ninguém. É abuso em cima de abuso”, disse a presidente.

Preocupações

Segundo a entidade, 42% das escolas já têm profissionais com casos confirmados de Covid-19 (de 134 há casos em 55). Algumas têm mais de dez casos, sendo 30% dos exames realizados até o dia 21 que foram positivos em fase de transmissão. Além disto, mais de 1,7 mil trabalhadores têm comorbidades e outros 63% dos trabalhadores têm mais de 40 anos.

Entre as escolas com casos confirmados de Covid-19, a entidade apontou, Maria do Céu Vaz D’Oliveira, a Escola Estadual Agenor Ferreira, Escola Estadual Homero de Miranda Leão, Escola Estadual Inspetora Dulcinéia Varela Moura, Escola Estadual Professor Antonio Maurity Monteiro Coelho, Escola Estadual Senador João Bosco Ramos de Lima, Escola Estadual Ernesto Penafort e outras.

Publicações relacionadas

FOTOS – NOSSOS GUERREIROS INDO PARA BATALHA CONTRA O CORONAVIRUS

Redação

Imagem mostra corpos colocados a céu aberto fora de necrotério em unidade de saúde de Manaus

Redação

Túnel é encontrado dentro de cela de complexo penitenciário em Manaus

Redação

Deixe uma resposta