Amazonas Brasil Destaques Manaus Política

ONG que pediu cassação de Josué já recebeu mais de R$ 200 mil do governo do Estado

MANAUS – A AMA (Associação Mãos Amigas), que pediu a cassação do deputado Josué Neto no último dia 29 de abril, recebeu em 2 de março deste ano R$ 57, 7 mil do Fundo Estadual de Assistência Social em convênio com a Seas (Secretaria de Assistência Social), como mostra o Portal da Transparência.

A Organização não governamental também recebeu R$ 154 mil em outubro de 2019, também do Fundo de Assistência Social. Foram mais de R$ 200 mil apenas na gestão Wilson Lima. Antes disso, a entidade também prestou serviço ao Governo do Amazonas em 2015.

A AMA é uma organização sem fins lucrativos, situada no bairro Jorge Teixeira, zona leste da cidade. Segundo a descrição que consta no Portal, o trabalho da entidade, na parceria com a Seas, é de atuar com pessoas em situação de rua, crianças em situação de vulnerabilidade social, pessoas que trabalham em condições precárias em Manaus.

A ONG tem que cumprir, conforme o convênio, meta de “reduzir em 85% o número de crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e suas famílias em situação de rico pessoal e social”. O convênio faz parte do Edital de Chamamento Público da Seas, que selecionou entidades sociais de Manaus para atividades de conscientização e de acolhimento ao público vulnerável.

A Associação entrou com pedido de cassação do deputado Josué Neto alegando quebra de decoro parlamentar, após o deputado nomear José Augusto Albuquerque de Oliveira como assessor. Segundo a AMA, José de Oliveira não cumpriu expediente de trabalho e foi visto em viagens nacionais no horário de expediente.

A AMA responsabiliza Josué Neto pelo crime de improbidade administrativa e pede a suspensão de seu cargo como deputado, além do reconhecimento de que Josué cometeu quebra de decoro parlamentar. O documento é assinado por Manoel de Jesus Alves de Souza, presidente da Associação.

A reportagem entrou em contato com Manoel, mas o representante se negou a responder a perguntas. Ele alegou que estaria “muito ocupado” para atender e informou que seu advogado é o responsável pela situação, não sendo ele o mais indicado para dar explicações. A reportagem não conseguiu contato com o advogado.

Atuação da AMA

A Associação Mãos Amigas promove ações sociais com crianças, jovens e adultos. Em sua página no Facebook é possível acompanhar fotos das atividades desenvolvidas. Em postagem na rede social a AMA informou sobre o convênio com a Seas, que lhe rendeu o valor de 154 mil.

Todas as divulgações feitas pela instituição falam sobre seus trabalhos sociais. Em nenhuma postagem a AMA se posiciona sobre o pedido de cassação ou sobre qualquer atitude de figuras políticas do Amazonas.

AMA informou sobre convênio com a Seas (Foto: Reprodução/ Facebook)

O Portal da Transparência mostra o valor do convênio firmado:

fontes:amazonasatual

COMPARTILHE

Publicações relacionadas

Mais de 10 casas são atingidas por incêndio na Zona Sul de Manaus, afirma Corpo de Bombeiros

admin

Santander vê continuidade das reformas como “vacina para a economia”

admin

REFIS: contribuintes têm até 100% de desconto em dívidas tributárias municipais

admin

Deixe um comentário