Amazonas Brasil Destaques Manaus

O vidente mentiroso e ex-ministro e artista da Globo, Mandetta, previu que o pico do Covid seria em abril e maio, depois junho e julho

“Quase chega os gafanhotos e nada do pico do mentiroso médico”

O videbte ministro da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta, afirmou a três meses atrás que o pico do coronavírus no país seria entre os meses de maio e junho.

A previsão mentirosa foi declarada em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, na noite do último domingo (12).

Ocorreu uma mudança no que os estudos indicavam anteriormente. Agora, a expectativa é de que a pandemia demore mais tempo para passar do que o imaginado.

“No mês de maio, junho, teremos os dias muito duros. Dias em que seremos tachados. ‘Ah, vocês não fizeram o que tinham de fazer, ‘deviam ser mais duros’, ‘menos duros, porque a economia está assim’. Sempre vai haver os engenheiros de obra pronta. Serão dois, três meses de muitos questionamentos das práticas”, disse o ministro, ontem.

Seis dias antes dessa previsão mentirosa Mandetta havia comunicado em pronunciamento oficial que o pico da doença no Brasil seria entre abril e maio. “Vários modelos matemáticos mostraram que o vírus estará circulando até meados de setembro, com um pico importante de casos neste período”, destacou na ocasião.

No dia 18 de março, o responsável pela Ministério da Saúde afirmou que as previsões apontavam espirais em abril, maio, junho. “Nós vamos passar aí 60 a 90 dias de muito estresse para que quando chegarmos ao fim de junho, julho, a gente imagina que entra no platô.”

E agora seu mentiroso artista da Grobo?

Após a entrevista divulgada pela Grobo o mentiroso foi demitido pelo governo Bolsonaro.

COMPARTILHE

Publicações relacionadas

Bolsonaro deve pedir em pronunciamento que população não compareça a protesto

admin

Jovem morre após ser baleado em assalto na Zona Norte de Manaus

admin

Governo do Estado oferece apoio de transporte para realizar mudanças de famílias no Monte Horebe

admin

Deixe um comentário