Amazonas Destaques Manaus

Novas faixas etárias pedem a mesma campanha do “viradão” da imunização para serem atendidas

Governador e prefeito falam ao vivo hoje sobre a vacinação em massa do final de semana

Silvio Romano vai se consolidando na titularidade da SES

Informatização no sistema de atendimento do Alfredo da Matta prejudica interioranos

UEA abre inscrição para eleição de diretores e coordenadores em nove unidades

Vereadores querem criar mais um feriado para Manaus

Rio Negro desce um centímetro

Balanço geral

Manaus amanhece nesta segunda-feira (14) com a sensação de alívio pelo sucesso da vacinação em massa ocorrida no final de semana. Foram mais de 141 mil pessoas imunizadas, com a primeira dose contra a Covid-19, em 32 horas de atividade de vacinadores, cadastradores e pessoal da logística. Os números exatos serão apresentados hoje, às 11h, pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e pelo governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), em entrevista coletiva concedida no auditório da Prefeitura, na avenida Brasil.
A estimativa inicial é de que pelo menos 40% da população de Manaus, acima de 18 anos, já tenha sido vacinada com a primeira dose (606 mil doses) e 20% com a segunda dose (303 mil), num total de 910 mil doses já aplicadas na capital, de acordo com os números da FVS-AM.

”Queremos mais”

A empolgação entre as pessoas que foram aos 57 postos de vacinação era visível. As redes sociais se encheram de fotos com as carteirinhas de vacinação, “textões” emocionados, protestos em defesa do SUS e muitas homenagens àqueles que partiram sem ter a oportunidade da vacina. O mais comum, porém, entre todas as postagens, foi o pedido de nova campanha, já para a faixa etária de 30 a 39 anos.

Sem vacinação hoje

Enquanto os números finais são consolidados e mais de três mil trabalhadores se recuperam do “viradão” da imunização, hoje os postos de vacinação permanecem fechados. Mas reabrem amanhã em horário normal (a partir das 9h) para atendimento a todos os grupos prioritários e ainda àqueles que não conseguiram se vacinar no fim de semana, com idade acima de 40 anos e moradores de Manaus.

Novo secretário de Saúde

Sílvio Romano, que vem respondendo pela Secretaria de Saúde, está cada vez mais próximo de ser confirmado como o titular da pasta pelo governador Wilson Lima. Sílvio agrega ótimo relacionamento com os servidores e um trabalho consistente de gestão. Já foi testado com êxito em outras funções na área da saúde até chegar a função atual. Foi um dos nomes mais presentes no mutirão da vacinação realizado no final de semana. Interessante que, assim como Marcellus Campêlo, Sílvio Romano também é engenheiro civil, mas construiu a carreira em altos cargos administrativos na Prefeitura de Manaus e no governo e foi diretor do Hospital João Lúcio.

Mudanças prejudicam o interior

Há mais de 30 anos a Fundação Alfredo da Matta é referência em dermatologia na região Norte, com destaque para o tratamento de DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis). Mas, em função de mudanças na sistemática de atendimento, o hospital está perdendo muito do seu potencial. Um médico da instituição contou ao ÚNICO que atendia em média de 20 a 30 pacientes por dia e agora atende quatro. Segundo ele, isso acontece porque todo atendimento só pode ser feito com agendamento pela internet e isto dificulta o acesso. “Muita gente vem do interior e tem dificuldade de seguir esse processo. Aqui a pessoa chegava e era atendida e isso não está mais acontecendo”, revelou.

Perda para a saúde

A informatização do atendimento, nesse caso do Alfredo da Matta, tem conseqüências sérias: pela dinâmica que era adotada, a fundação identificava e monitorava diversos tipos de doenças dermatológicas e hoje isso não está ocorrendo. A própria formação de novos médicos para atuar na área está sendo prejudicada.

Espaço para Garantido e Caprichoso

Garantido e Caprichoso ganharam espaço no Shopping Manauara para comercializarem seus produtos. É uma oportunidade para as suas agremiações usarem a oportunidade com responsabilidade e profissionalismo.

Eleições na UEA

A Universidade Estadual do Amazonas (UEA) abre hoje (14) as inscrições para eleição de diretor e coordenador de qualidade de unidades acadêmicas e de cursos.A eleição vai preencher cargos em quatro unidades da UEA na capital e ainda em Itacoatiara, Tefé, Parintins e Tabatinga. As inscrições vão até o dia 25 de junho e podem ser feitas no site da universidade.

Negócios da floresta

Por falar em UEA, os interessados só têm até a próxima sexta-feira (18) para se inscrever na pós-graduação gratuita em “Amazon Rainforest Business”, da pioneira Escola de Negócios da Amazônia da Universidade do Estado do Amazonas (RSBS/UEA). São 850 vagas distribuídas entre Manaus e Iranduba; Itacoatiara; Manacapuru; Presidente Figueiredo; Tabatinga; Tefé; Coari; Lábrea; Parintins; Maués; São Gabriel da Cachoeira e Boca do Acre. A duração do curso é de 18 meses com carga horária de 450 horas. É preciso gravar um vídeo falando sobre o negócio que se pretende desenvolver ou já está em desenvolvimento.

Vereadores incansáveis

Os vereadores de Manaus, sempre às voltas com assuntos de pouca relevância para Manaus, agora querem criar mais um feriado municipal. A ideia partiu do vereador Wanderley Monteiro (Avante), que apresentou Projeto de Lei que institui o dia 15 de abril como feriado dedicado à memória das vidas perdidas para a Covid-19. E o projeto já recebeu parecer favorável da relatora na CCJ, a vereadora Thayssa Lippy (PP).
Manaus tem hoje quatro feriados municipais: dia 5 de setembro (elevação do Amazonas à categoria de província), 24 de outubro (elevação de Manaus à categoria de cidade). 8 de dezembro (dia da padroeira do município, Nossa Senhora da Conceição) e 20 de novembro (Dia da Consciência Negra).
Não que os falecidos não mereçam homenagens, mas criar feriados é bem mais do que se espera de um Poder Legislativo.

Vai ou não vai?

Por falar em vereadores, hoje quem não deve ir à sessão é o vereador Elan Alencar, que está em prisão domiciliar por não-pagamento de pensão alimentícia. Alencar diz que não é verdade e que tem pago em dias. Mas a ordem judicial é para que ele quite a dívida imediata e integralmente para que possa circular livremente.

Rio Negro descendo

Depois de oito dias parado na marca dos 30 metros, a cota do rio Negro desceu um centímetro e hoje está em 29 metros e 99 centímetros. Ainda não se pode falar em início da vazante, porque às vezes acontece o repiquete, mas já é uma boa notícia.

Publicações relacionadas

Denunciado por jogar enteada de 2 meses em igarapé, homem acaba preso com drogas em Manaus

Redação

Festa em condomínio de luxo reúne cerca de 50 pessoas em Manaus

Redação

Plantão da Defensoria consegue autorização da Justiça para emissão de passaportes para adolescentes

Redação

Deixe uma resposta