Amazonas Destaques Manaus

Navio cargueiro é isolado em frente ao Porto de Manaus após membros de tripulação testarem positivo para Covid-19

Um navio cargueiro com 19 tripulantes está parado em pleno Rio Negro, desde o dia 23 de junho, em frente ao Porto de Manaus, por ter registrado casos confirmados de Covid-19. O comandante da embarcação, que transportava contêineres, testou positivo para a doença e todos os tripulantes tiveram que ficar em quarentena.

De acordo com a Coordenação Regional da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), dias após o comandante testar positivo, outros cinco membros da tripulação, sendo quatro homens e uma mulher, que tiveram contato com ele, também foram diagnosticados com Covid-19. Em todo o Amazonas, até quarta-feira (15), já são mais de 69,9 mil casos, com mais de 3 mil mortes.

O órgão informou que foi notificado por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) que o comandante de um navio de cargas, vindo de Fortaleza, no Ceará, e fundeado em frente ao Porto de Manaus, havia dado entrada em um hospital particular com suspeita de Covid-19. Após o resultado confirmado, o chefe da tripulação ficou isolado em um hotel e não voltou mais para a embarcação.

No dia seguinte após o resultado do comandante, ainda segundo a Anvisa, foram feitos testes rápidos em todas as pessoas que estavam no navio, e cinco delas testaram positivo. Esses tripulantes ficaram isolados em cômodos individuais e foram orientados a não manter contato com os outros membros.

Segundo o coordenador regional da Anvisa, Jeferson Caldas, o período de quarentena encerrou no dia 10 de julho, mas, após novos testes, três, dos cinco que já haviam testado positivo, ainda estavam infectados e no período de transmissão, segundo os resultados dos exames.

“Passamos a orientar a embarcação sobre a quarentena de 14 dias. Nesse período, ninguém poderia desembarcar. Quando encerrou esse prazo, três pessoas ainda estavam testando positivo e precisaram continuar isolados”, explicou.

A Anvisa informou que a previsão para que a embarcação volte a navegar é no sábado (18), quando novos tripulantes devem substituir os que estão infectados pelo vírus. A empresa responsável pela embarcação é a Aliança Navegação e Logística, que faz a navegação entre portos do País.

Procurada pelo G1, a empresa informou que a embarcação transportava contêineres, mas essa carga já foi descarregada. A empresa também ressaltou que qualquer embarcação parada significa prejuízo financeiro, mas que ainda não é possível estimar o valor perdido.

*Com colaboração de Eliana Nascimento, do G1 AM.

Serviço de transporte fluvial é retomado com adaptações em Manaus

–:–/–:–

Serviço de transporte fluvial é retomado com adaptações em Manau

Publicações relacionadas

Ouviu fogos na hora do almoço? Traficante morre e recebe homenagem

Redação

TCE-AM emite nota técnica sobre contratos de obras e serviços de engenharia durante a pandemia

Redação

PRIMEIRO CINE DRIVE-IN EM SHOPPING DA REGIÃO NORTE É PRODUZIDA E GERENCIADA PELA HYPE BRAZIL COMUNICAÇÃO

Redação

Deixe uma resposta